sábado, 30 de maio de 2009

Coisas boas e coisas más

Primeiro as coisas más. O meu pai está doente.
Ainda no post anterior punha em causa a medicina alternativa, e hoje já estou a pensar recorrer-lhe.

O meu pai tem tido dores de costas infernais, mesmo com injecções e comprimidos, não consegue dormir.
Uma amiga falou-me de um técnico de acupunctura, eu mesma já tinha pensado num massagista ou fisioterapeuta.

Ainda não chegaram os exames mas pode ser uma hérnia e eu confesso que estou muito assustada. Sem saber o que fazer para onde me virar.

Já consultaram acunpuncutura ou algo do género? Qual a vossa opinião? Segundo a minha amiga o tal da acunpunctura curou as dores do tio devido a uma hérnia...


Uma coisa boa: a balança marcou hoje de manhã 95.8, menos 2 Kg que na semana passada - total de menos 5.5 kg!

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Perigos



Olá. A propósito de truques , mezinhas, remédios caseiros, e afins... este é um post longo que vale a pena ler até ao fim.

A propósito de algumas receitas milagrosas, venho alertar para alguns perigos. Não certamente nós, meninas esclarecidas e com a cabeça no sítio, mas para outras pessoas mais susceptíveis.

Lembrei-me disto quando li no site da buxi sobre a cura do cancro pela água -   o post da buxi não tinha este sentido, falava apenas das vantagens da água bebida em jejum - mas quem escreveu o texto que ela cita, mencionava que a toma de água curava o cancro em 180 dias. E é sobre os perigos destas afirmações que quero falar.  As pessoas podem deixar de tomar os medicamentos que precisam crentes que vão ser curados de forma natural.  Mas isto também acontece com a auto-medicação!

Uma colega, a Céu, tinha sérios problemas de depressão, era acompanhada pelo psiquiatra desde os 9 anos, na família havia casos de esquizofrenia e bipolaridade.Tomava medicação para os seus problemas desde essa altura.A sua vida era um oscilar de épocas melhores e épocas piores. 
Numa dessas épocas piores falou com o seu patrão, pediu alguma tolerância porque não andava bem, precisava de tempo para acertar a sua cabeça, por vezes não dormia durante a noite e como tal não conseguia trabalhar de dia... ora o patrão, pessoa que ela sempre teve em boa conta, ouviu-a e dispôs-se a ajudar. 

Indicou-lhe um médico/psicólogo/homeoterapeuta (qualquer coisa assim do género), uma coisa muito natural e supostamente inofensiva, mas "o tipo era um craque e vai por-te bem de certeza", foi o que ele disse.

Pois muito bem, a minha colega foi ao dito "especialista". E no dia a seguir contou-nos a sua experiência, vinha maravilhada, porque ele também lia as mãos, e sentia as vibrações, a modos que fazia de tudo!
E que lhe disse ele? Que tinha que fazer o desmame da medicação que estava tomar, porque os químicos só faziam mal, e que só assim a podia curar. Bem a avisamos para não fazer tal coisa!
Mas convencida dos poderes do homem, assim fez (e acreditava piamente que ia ficar melhor). Deixou de tomar a medicação, estava totalmente instável, com humores repentinos, crises de histeria... e foi num destes ataques que, totalmente descontrolada, atirou com tudo o que havia a mão no local de trabalho, e saiu. Deixou de conseguir discernir o certo e o errado, não tinha noção do que fazia, e no meio de tudo perdeu o emprego (que aliás continua sem emprego desde então, voltou para casa dos pais, e vive à custa deles...).

Certamente que o senhor que ela consultou não percebeu o quadro clínico da minha colega, nem mediu as consequências e implicações daquilo que a aconselhou a fazer... e ela não foi capaz de ver e discernir o que devia aproveitar ou não das terapias naturais.  

Fica aqui este testemunho, pensem e opinem por favor.  

terça-feira, 26 de maio de 2009

Sabedoria infantil e coisas de adultos


Diz a sobrinha de uma amiga minha (que tem 6 anos) :

"quando eu for grande quero ser Barbie ou cantora preta!"

Nem mais. 



Agora outra coisa completamente diferente: desde que comecei a fazer exercício (em casa, 3o minutos por dia, todos os dias) que me sinto mais enérgica, mais bem disposta e mais disposta para outras coisas... por muito que me tentasse enganar, a gordura estava a envelhecer-me precocemente, a dar cabo da minha auto-estima, da minha libido, e provavelmente da minha relação conjugal! Já me sentia uma velha quarentona, sempre cansada e sem animo nenhum, que só quer comer e dormir. E foi talvez por isso, por me dar conta de tudo o que me estava a passar ao lado, que decidi que isto vai mudar. E aliás, já sinto que está a mudar.

Hoje de manhã vi 96.9 na balança!

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Flirt



Não sei se será sinal de alguma coisa... a verdade é que desde que me lembro que o homem em questão sempre lançou um charme pra cima de mim ( e provavelmente para cima de meio mundo, não sei...). Portanto não me posso por aqui a dizer que perdi uns quilos e já estou mais atractiva: não é o caso!

Antes, há uns 2 ou 3 anos, ainda chegamos a tomar cafés juntos, havia umas mensagens com piadas, anedotas, ele fazia-me rir e isso fazia-me bem, sobretudo na altura em que foi.

Entretanto acabamos por nos afastar, deixou de haver cafés e mensagens, provavelmente porque eu deixei de estar por cá e não estava muito para aí virada, só nos víamos muito ocasionalmente e por acaso. Como hoje!

Ainda eu vinha ao fundo da rua já ele me recebia a uma centena de  metros com um sorriso enorme, sempre a pegar comigo. E é impossível eu não rir com as suas piadas e ficar satisfeita com os elogios (ao meu sorriso, à minha cara com bom aspecto, tralalá, tralalá...). E pronto conversa pra cá e pra lá, o meu emprego, o emprego dele, a mulher e o filho, e o filho que a mulher está à espera, e piada puxa piada, diz-me em tom de brincadeira para lhe ligar quando o meu marido não estiver, que ele faz umas massagens muito boas, e que só não se responsabiliza pelo resto... ok, tudo muito na tanga... e entre as palavras toca-me na cara, na cintura. LOL, isto contado parece mais indecente que o que é! 

E eu rio. Para aquilo permanecer no domínio das piadas.


1 mês



Pois é, faz hoje precisamente um mês que comprei a balança e comecei a levar a sério esta história da RA. 

E há um mês atrás a balança marcava 101.3 Kg. Hoje de manhã voltei ao peso que já tinha na quarta feira passada: 97.4 Kg. Num mês perdi 3.9 kg. É o que importa. 

Pelas experiências já deu para perceber que: 
- preciso mesmo de fazer exercício todos os dias sem excepção
- jantar fora implica aumento de peso
- comer porcarias (pizza por exemplo) é garantia de aumento de peso (aumento logo cerca de 1 kg)
- não posso comer hidratos de carbono todos os dias
- ainda não ganhei resistência para dizer "não" ou saber parar


* I wanna be thin and fashion and cool and gorgeous!

domingo, 24 de maio de 2009

O meu desafio da semana passada





Ora bem, chego à conclusão que que o me ajudou a perder peso no inicio da semana foi também uma das coisas que contribuiu para a semana correr mal: um dia totalmente desequilibrado em que comi muito pouco, devido a horários, consultas e tentar ainda chegar a horas ao emprego: só almocei 1 maçã...

O que acontece quando se come exageradamente pouco, é : o teu cérebro acha que estás em privação, e vai passar a acumular tudo, ou seja, o que comeres a seguir vai ser totalmente absorvido e acumulado.



A semana foi assim: 

Quanto o desafio que me impus a mim mesma: 

17 maio a 23 maio

- sessões de 30 min de exercício (min): 7 x ―  fiz 6

- comer arroz, massa ou batata: 2 x ― OK

- comer peixe: 4 x ― fiz 3x

- comer sopa ou salada ao almoço―  fiz 3 x

- comer carne de porco ou vaca: 1 x ―  fiz 2 x

- não comer pão às refeições ―  fiz 3x (almoço de pão com fiambre, jantar pizza)

 

Pinicial= 98.9 kg

Pfinal= 97.9 Kg


sexta-feira, 22 de maio de 2009

Crime e castigo

Acabei de comer pizza que já me andava a apetecer há dias (e não me fiquei por 1  fatia)...

Mas de seguida: 1 hora de exercício ( que equivale a cerca de 500 Kcal gastas) ! 

Agora o resto do fim de semana: só alimentação saudável e equilibrada e exercício.

Nota do dia seguinte: mas o peso, voltei aos 98. E estou danada porque esta semana fiz 30 minutos de exercicio todos os dias, e alimentei-me bem (excepto o jantar de ontem, e fiz mais 30 minutos de exercício que o costume) e ainda assim, 98.

Hoje estou triste, muito triste.


quinta-feira, 21 de maio de 2009

Estórias de faca e alguidar




Estes dias liga-me uma amiga, com quem não falava há algum tempo: felicíssima!
Mortinha por me contar a novidade ( e aposto que estava mortinha por contá-la ao mundo todo!). Mas pronto, ligou-me a mim, e eu agradeço a confiança. 

Tinha curtido com um colega nosso da faculdade, o curso acabou, mas no último ano continuaram a ver-se, até fazem trabalhos em parceria... e vá, assim só do pé para a mão, numa noite depois de um jantar, pimba! Curtiram. 
Ora curtir não é verbo que eu imaginasse que alguém usasse aos 25 anos (curtir, era o que se fazia aos 13!), ora, mas foi o verbo que ela usou e significa na essência que estavam nos amassos, aos beijos e tal e coiso, mas não houve sexo.  Será essa a definição de curtir, estar nos comes... enfim.

Não imaginam a felicidade da minha amiga, porque em primeiro lugar durante o curso sentia uma atracçãozita pelo dito moço, mas isso, não seria bastante porque ela teve atraccções por meio mundo! 

Na verdade o seu orgulho de mulher vencedora cujo troféu ela me descrevia ao telefone, deve-se sobretudo ao facto de a Té, nunca ter sido a topmodel , gaja boa e desejada pelos rapazes. É verdade, as amigas é que eram as giraças do pedaço, as cobiçadas nas discos, as desejadas, bajuladas e cortejadas, e a Té era o patinho feio. Vá, não era feio de todo, porque a Té sempre foi muito optimista, divertida, super sociável e fazia muitas amizades entre os homens. Mas eu sempre achei que muitas dessas amizades não eram mais que formas deles, chegarem às suas amigas giraças e bem, e a Té apesar de tudo era a gordinha engraçada e porreira para ser: amiga!

A Té é um caso atípico. Só teve sexo a primeira vez já no último ano da faculdade,e a primeira curte tinha sido no ano anterior com o mesmo.

E o anormal com quem ela decidiu iniciar-se era o "berdadeiro" bronco. Curtiam, e depois passava meses sem lhe ligar ou a dar desculpas para não estar com ela, marcava encontros que depois desmarcava, e a melhor, atentem bem nisto:
- chegou a pedir-lhe o telemóvel emprestado para mandar uma mensagem à mãe, que afinal, quando a Té num ataque de curiosidade vai ver as mensagens enviadas... tcharan! Era para a namorada a dizer que ia chegar atrasado e que gostava muito dela e beijinhos! É, a lata de alguns, ou burrice, chega a tanto! 

Anyway, e continuando... 
O gajo quando lhe apetecia lá vinha com a história do "és a mulher da minha vida, tralálá, tralalá",e essa avé-maria já nós conhecemos bem.
A última vez que a Té soube dele tinha tido um filho da tal namorada. E não é que ainda assim, crente de que ela não sabia de nada, convidou-a para um café, e vá de desfiar o rosário de "quero ficar contigo e tal". Ao que ela levantou-se e deixou-o a falar sozinho, pois muito bem!

Isto tudo porque a Té anda nas nuvens porque o nosso colega, o tal moço com quem tinha curtido, largou a namorada de há 10 anos, e no mesmo dia, a coisa deixou de ser curte e passaram às vias de facto! Isso mesmo, a Té, o tal patinho feio ficou com o cute guy da turma! 

Agora resta saber o desenvolvimento, quando souber novidades, se a coisa avança para namoro ou não, conto-vos tudo.

Para verem minhas  amigas... afinal as gordinhas podem ser gostosas! Basta provar.

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Novo peso



Novidade fresquinha: em pesagens consecutivas a balança oscila entre 97.6 e 97.2,  portanto, feitas as contas, a média é 97.4! 

Balanço desde 25 de Abril: menos 3.9 Kg! Relembro o meu peso inicial: 101.3.

Temos que nos alegrar por cada grama perdida, com a mesma emoção com que temos raiva de cada grama a mais. A meta mais próxima a cumprir é 95. 
Temos que estabelecer objectivos capazes de ser cumpridos a curto prazo; e eu a curto prazo não quero perder 30 Kg, quero perder aquilo que posso e o meu corpo permite. Com metas mais próximas é mais fácil continuar sem cair em desânimo.

Para responder à curiosidade desta menina, a minha altura oficial é 1.64 (medida pela nutricionista!).

Um grande abraço e um muito obrigada a todas as que  me tem incentivado e ajudado com as suas palavras, e acreditem que para mim tem sido uma ajuda preciosa! 
Porque a grande diferença é perder peso e ter alguém que nos entende, que se congratula connosco,  que põe o dedo na ferida quando é preciso... e poder dizer aqui "eu estou a conseguir" é um bom motor para me dar força e ficar ainda com mais certezas de que é isto que quero e que sou capaz! Obrigada a todas essas meninas maravilhosas pelo carinho que me tem dado.

terça-feira, 19 de maio de 2009

Plano alimentar


E agora o muito esperado plano alimentar!
Pois é, fui à consulta e saí de lá com umas regrinhas a cumprir... mas gostei muito da médica, sobretudo pela atenção que me dispensou, sem querer estar a "despachar". Eu também fiz a minha parte, já tinha anotado nas últimas três semanas o que comia todos os dias (sem falhar, e sem esconder nada!) e assim foi mais fácil adaptar a dieta aos meus hábitos, perceber os erros...

Então amigas fica aqui o plano que a nutricionista me mandou seguir: 

Pequeno almoço: 
- 1 copo de água
- 1 iogurte liquido magro ou 2 sólidos magros
- 1 pão integral, de centeio ou cereais
- 1 colher de chá rasa de margarina magra ou compota, ou meio queijo fresco

Meio da manhã
- 1 iogurte sólido
- 1 peça de fruta

Almoço
- sopa 
- metade do prato com legumes cozinhados ou saladas cruas
- 1 batata pequena ou 3 colheres de sopa rasas de arroz ou massa ou 4 colheres de sopa de feijão
- 60 gramas de carne ou peixe limpos de pele e espinhas ou 2 ovos ou 1 queijo fresco magro ou meia lata de atum
- sem sobremesa, sem bebidas alcoólicas ou sumos

1º lanche
- 1 iogurte liquido ou 2 sólidos (magros)
- 3 nozes ou 5 amêndoas
- meio pão integral, de centeio ou mistura

2º lanche
- 1 peça de fruta
- meio pão integral, de centeio ou mistura
- 1 colher de chá rasa de margarina magra ou compota

Jantar
- sopa 
- metade do prato com legumes cozinhados ou saladas cruas
- 1 batata pequena ou 3 colheres de sopa rasas de arroz ou massa ou 4 colheres de sopa de feijão
- 60 gramas de carne ou peixe limpos de pele e espinhas ou 2 ovos ou 1 queijo fresco magro ou meia lata de atum
- sem sobremesa, sem bebidas alcoólicas ou sumos
- não comer pão à refeição

+ meia hora de exercício todos os dias!


Vá agora já podem tecer comentários!
A verdade é que eu não consigo (ainda) comer tanto durante o dia, para evitar ficar com fome à noite (que é onde eu erro mais)... mas com calma, tudo se muda.

Devo alertar aqueles que "caem" aqui à procura de dietas e planos alimentares, que não devem adoptar o plano de outra pessoa, porque cada plano é adaptado ao peso, necessidades e hábitos de cada um. O melhor a fazer é consultar um especialista no assunto.

Depois da consulta


Já tive a consulta com a nutricionista. 
Saí de lá com um plano alimentar,  alguns conselhos e truques. 

Não tenho de memória tudo mas,  a bem dizer o que devo mudar é: 

- comer mais durante o dia, sobretudo na 1ª metade do dia, tomar um bom pequeno almoço, etc...
- comer menos à noite
- o peixe e carne devem ser magros, e devo comer apenas uma porção de 60 gramas já limpo de gordura, ossos ou espinhas (a parte dificil é medir isto!)
- arroz ou massa: 3 colheres de sopa rasas (não faço ideia de como medir massa com uma colher de sopa!) ou 1 batata pequena ou 4 colheres de feijão
- entre as refeições é suposto comer uma enormidade: pão + 1 iogurte liquido ou 2 sólidos + 1 peça de fruta (não consigo comer isto tudo!!!)
- de fora ficam os invariáveis; fritos e enchidos, enlatados, doces (incluindo qualquer tipo de bolacha, barras de cereais ou cereais de pequeno almoço por terem muito sal açucar, gordura)
- não há sobremesa, nem mesmo fruta que fica remetida para entre as refeições
- há ainda lugar para 1 colher de chá rasa de margarina magra ou compota (que eu dispenso porque não costumo pôr nada no pão)
- usar pouco azeite para cozinhar ou temperar saladas

Isto é só 1 resumo, depois escrevo aqui o plano direitinho...

Entretanto mesmo com os meus anteriores erros tenho perdido peso (média de 1Kg por semana), portanto o plano que eu seguia não estava totalmente errado! Vamos ver agora com este. A próxima consulta é daqui a um mês.
Aceito comentários, comparações com planos que vos tenham sido recomendados, etc...


domingo, 17 de maio de 2009

Revelações

Sapatos Versace

Há coisas que realmente... eu achei durante os últimos anos (desde que me lembro!) que media 1.68 m. Hoje, lembrei-me de me medir, numa de quem não tem mais nada que fazer, e afinal tenho menos 5 cm! Esta é uma das revelações mais tristes dos últimos tempos: 1.63, descalça, claro está! 

Meu Deus! Ainda não recuperei, nem sei se voltarei a ser a mesma. 

Às voltas com


Foto de winsor & newton, e ilustração da inspiradora Kate Doodles

... tintas, pinceis, papeis: o hobbie.

Update: estragos do tal jantar

Foto de Jamie Nelson

"Come! É só 1 dia!" Foi esta a maçã envenenada que me deram a provar...
Pois é, quem me mandou cantar vitória? Ontem de manhã 98.4, hoje de manhã 98.9 = mais meio quilo, que eu posso atribuir aos jantares dos últimos dias, incluindo o de ontem. 

Tenho que mudar definitivamente os meus hábitos ao jantar: não repetir por exemplo! Porque a sopa e a salada estão sempre lá... e reduzir os hidratos de carbono.  Mas mesmo com 1 taça grande de sopa, e uma salada enorme, eu como descomunalmente (ontem foi arroz de pato e eu repeti, 2 vezes) !


Agora outro assunto. Admito que pessoas que possam ler este blog e que não sigam dieta, ou RA, achem este tipo de posts fúteis, vazios... se pensarem a questão em termos de saúde talvez mudem de ideias: 

se pensarmos que existe 1,5 milhões de obesos em Portugal e 4 milhões com excesso de peso

se pensarem que a obesidade é uma epidemia (e que ainda por cima é um transtorno visual aos não-gordos),

se pensarem que a comida influencia directamente o colesterol que pode levar à morte por trombose ou enfarte do miocárdio,

se pesarem que os problemas associados à obesidade faz sair uma grande parcela dos dinheiros públicos (3.5% do gasto total com a saúde)

se pensarem que daqui a 10 anos, estima-se que 50% da população mundial seja afectada por excesso de peso, e a mesma taxa se aplica ao nosso país,

então talvez esta preocupação que eu como outros bloggers manifestamos não lhes pareça tão fútil!


sábado, 16 de maio de 2009

Sobre o tal jantar

Foto de Eugenio Recuenco

O restaurante estava à pinha! Só gente bonita, elegante e endinheirada... um sítio muito concorrido, com bom ambiente, a decoração em perfeita sintonia: os tons escuros com algumas nuances de retro kitsch & chic -  a casa antiga, com traves de madeira pintadas de negro, elementos muito ao género centro pompidou, também pintados de negro, candeiros rosa, paredes de pedra, escadas de madeira, apontamentos de paredes forradas a papel de parede florido, a luz ténue. Tudo em perfeita concordância. E a comida era di - vi - nal !

Ao contrário daquilo que tinha pensado fazer (comer peixinho, não querer entradas e não beber), provei as entradas, 1 pedacinho pequenino de cada, bebi vinho (um tinto muito bom, mas não mais que um copo), e pedi secretos de porco preto (uma iguaria divina, apesar de ser de porco, pelo menos não vinha encharcada em azeite nem acompanhada com molhos) solenemente acompanhada por umas simples batatas a murro e grelos. 

Ah, e claro que tomei um Xenical para amenizar o estrago! Aliás tenho tomado sempre um Xenical ao jantar, que é a minha refeição com mais gordura: tem sempre carne ou peixe, e legumes salteados ou condimentados com azeite. E apesar do azeite ser uma gordura boa, não deixa de ser uma gordura...

No final, resisti aos doces, e pedi uma taça de morangos (au naturel, sem chantily nem açucar).

O convívio foi agradável, ri muito... saldo positivo, portanto!

Hoje de manhã, a balança marcava tal como ontem 98.4. 



sexta-feira, 15 de maio de 2009

Um dia após o outro

Foto colecção Intimissimi

Nos últimos dias a balança não saía do 99, simplesmente não saía! 

Na quarta fiz 3o minutos de bicicleta, seguidos de mais 15 minutos de exercícios livres. 
Ontem, saí para jantar com o meu marido: na entrada ainda me deixei levar pelo patê de sardinha e pão de milho mas pedi logo uma salada para enganar a fome, depois o prato era polvo assado com legumes salteados e batata a murro (ok, tinha um bocado de azeite a mais...), mas não pedi sobremesa!

Como me senti culpada pelo jantar, e sobretudo porque hoje tenho outro (espero que a balança não me trame com dois jantares fora de casa de seguida!), cheguei a casa e lá fui eu fazer 15 minutos de bicicleta, seguidos de mais 10 minutos de exercícios livres. 

O fim de semana vai ser lixado: a trabalhar no meu hobbie... que me lixa completamente os fins de semana... pelo que não será desta que vou fazer uma caminhada. 

De qualquer forma, ficarei feliz se a balança amanhã der o mesmo peso de hoje: 98.4 Kg: isto significaria que numa semana mandei 1.3 Kg embora. 

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Livro "Viva melhor"


Andava por aí à procura de mais remédios caseiros e mezinhas e deparei-me com este livro, que nunca li, e pelo qual tenho alguma curiosidade. Vou dar uma olhadela e avaliar se vale a pena comprar.

Para fazer o download: 

Pass: www.piratatuga.net




Curiosidades: mezinhas para emagrecer



Deixo aqui algumas das receitas e mezinhas que fui ouvindo ao longo do tempo, das minhas avós, de pessoas mais velhas, enfim, da "sabedoria" popular, e digo sabedoria entre aspas, porque algumas destas receitas são mesmo questionáveis, do ponto de vista da saúde. Aqui ficam:

- copo de água morna em jejum

- tremoço seco com copo de água morna em jejum

- sumo de limão (pode trazer complicações a nível de estômago)

- copo de água morna no fim de cada refeição

- levedura de cerveja antes das refeições (depois das refeições tem o efeito contrário)

- chá de freixo

- chá de cavalinha


Partilhem também as mezinhas que conhecem para que se possa ampliar esta lista. É importante referir os malefícios da mezinha se forem conhecidos, para não induzir as pessoas em erro.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Borgas e outras desgraças



Foto de Annemiel

Pois é. Aqui o mulherio do escritório onde trabalho marcou um jantar de gajas. 

Para começar a ideia é um bocado, como dizer, estranha. Não tenho nada contra os homens, até os acho bastante divertidos, e em certas situações acabam por ser melhor companhia que as mulheres, por isso, e assim só para começar, não percebo o motivo da exclusão do sexo masculino. Depois as mulheres queixam-se de discriminação. 

Mas quem sou eu para contrariar a manada! Lá escrevi o nome na lista, e nem me atrevi a dizer o que me apetecia: "Então e porque não convidar os rapazes?", mas a resposta era óbvia, por isso mais vale não passar por parva - "pois, se fossem os rapazes, não seria um jantar de gajas". LOL!

Ok. Sem derivações: tenho um jantar e isso é assustador o suficiente. Porque não quero armar-me em picuinhas e dizer que não como isto ou aquilo, nem dizer que estou de dieta... (no meio de um monte de magras!) e já adivinho as entradas (enchidos e fritos), os pratos (ricos em gordura), a ausência de sopa e os litros de álcool. E isso é simplesmente assustador.
Porque não ando aqui a esfalfar-me "twenty four seven", para me desgraçar num jantar, e recuperar numa noite aquilo que me esforcei para perder a semana toda!

Tenho vontade de dizer:" lamento, não pode ser, não vou poder ir". Mas lá terei que ir, em prol do bom ambiente e companheirismo. Eu sei que vou acabar por divertir-me e que no fim vou achar que o saldo é positivo, o meu medo é que o saldo do meu peso seja positivo! 

Estou com 99.0 Kg. 
Hoje tenho que fazer bicicleta elíptica, só com exercício é que consigo acelerar a descida e evitar males maiores!
Abraço.

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Depois da massagem

Foto de Hugh O'Malley

Afinal a sessão de hoje reumiu-se a:
- aplicação de um gel
- cerca de 20 minutos numa manta com muito calor
- 30 minutos de massagem vigorosa (com alguma dor!) para drenagem linfática

Quanto à diferença nas medidas, hum, não notei! Notei que fiquei sem 20 euros na carteira, e o suor também me levou umas gramas.  Sei que apenas numa sessão não é suposto ter grandes resultados, vou questionar-me se quero repetir ou se nem por isso. 

Entre gastar dinheiro em massagens ou em algo que produza mais resultados, prefiro a 2º hipótese. Neste momento questiono-me sobre onde incidir: recorrer ao Dr. Tallon, meter-me num ginásio, meter-me na natação...

Entretanto na próxima semana tenho consulta com a nutricionista. 

Só preciso de controlar a ansiedade (que por vezes me leva às lágrimas) e controlar também o meu apetite ao jantar.  Tenho anotado religiosamente tudo o que como, tenho comido de forma saudável, mas por vezes é muito difícil esperar pelos resultados, sem flipar completamente dos nervos!


domingo, 10 de maio de 2009

Com peso e medida!

Foto de Jason Christopher

Ontem decidi-me a comprar uma fita métrica, pra saber quais as minhas medidas e poder comparar após a sessão de lamas e massagem de amanhã.

Hoje de manhã, tirei as medidas (como não sei se isto tem alguma técnica limitei-me a medir a zona mais larga de cada um dos itens) :

cintura: 109 cm
barriga: 119 cm
anca: 117 cm
coxas: 68 cm
braços: 41 cm
peito: 119 cm

Os sítios criticos são: barriga, braços e coxas, que tenho atacado com creme anticelulitico à noite e refirmante de manhã.

e o peso: 99.4 Kg (o que significa que nas últimas 2 semanas perdi 2 kg! )

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Uma boa notícia



Subi à balança  duas vezes: e das duas vezes, o mesmo valor. Mas confesso que escrevo este post com medo de chegar a casa e estar de novo nos 3 digitos, um medo terrível, uma dor que me cola à cadeira. 

Ontem fiz mais meia hora de bicicleta elíptica e mais uma massagem. 

O jantar foi: 
- sopa
- linguado grelhado 
- salada de alface com queijo fresco
- duas colheres de arroz integral com legumes (que sobrou do dia anterior!)
- 2 rodelas de ananás

E hoje de manhã... 99.8 Kg. Rezem para que não seja sol de pouca dura, rezem para que eu não volte a ver 3 dígitos na balança.  

Devo confessar-vos que fiz uma promessa: assim que tenha 70 quilos, vou cumprir a promessa a pé ao São Bento - são uns 50 Km (vá não se riam, tenho razões para acreditar no poder da fé, apesar de não ser católica praticante, há alturas em que precisamos de nos agarrar a alguma coisa...). 


Que vontade de ter coisas novas e giras para vestir, e poder calçar sandálias de salto alto sem ficar KO! e achar que fico bem em qualquer peça...



quarta-feira, 6 de maio de 2009

Novos hábitos


Ontem conversava com uma amiga recente, que me incentivava a fazer mais exercício. É daquelas pessoas amorosas e super bem com a vida, que alegram toda a gente. Aliás as pessoas quase disputam a sua atenção! 
E ontem mesmo ela incentivava-me a fazer bicicleta em casa, nem que fosse só um pouquinho. 

Por ela e por vocês todas que passam por aqui e me deixam palavras de carinho e incentivo, lá subi para a bicicleta elíptica e fiz (a custo) 30 minutos. Mas esses 30 minutos, acreditem, fizeram-me sentir melhor, mais enérgica, mais forte e mais determinada! Porque não há nada melhor que nos superarmos a nós mesmos, aceitar um desafio e conseguir. 

O jantar foi feito por mim, e consistiu em: 
- sopa
- medalhões de pescada cozidos
- arroz integral com pimentos e alho francês

Depois do jantar mais uma dose de massagem, inspirada (de uma forma muito rudimentar) nas técnicas de drenagem linfática, sobre as quais li aqui: 


O que eu faço é massajar pernas, coxas e barriga em direcção às virilhas; braços em direcção às axilas. No fim da massagem passo um creme anticelulitico. 
Se souberem de outras técnicas eficazes para eliminar gordura ou celulite, partilhem!


terça-feira, 5 de maio de 2009

Rotina alimentar + massagem


Ontem à noite antes do jantar e hoje de manhã também: 100.5. 
O meu objectivo era perder 1 Kg por semana, algo que não estou a conseguir, muito provavelmente porque não faço exercício. 

A alimentação tem sido a seguinte: 
8:00 h - 1 peça de fruta ou 1 iogurte ou meio pão integral com fiambre
10:30 h - 1 barra de cereais + café
13:00 h - 1 pão integral com fiambre ou bife de peru grelhado com salada +  café
16:00 h - 1 peça de fruta ou 1 iogurte
19:00 h - 1 iogurte ou 1 bolacha de arroz integral
21:00 h - 1 fatia de pão com queijo fresco +  sopa + carne ou peixe + arroz integral ou massa integral + vegetais + fruta ou gelatina

Sem pecados nos intervalos, nem doces, nem fritos, nem enchidos, manteigas ou patés. 
Aceito recomendações, conselhos, dicas e ralhetes! 

Hoje aqui num gabinete de estética, falaram-me das massagens com algas guam, envolvimentos em mantas... 10 sessões a 150 euros. Amanhã passo por lá para avaliarem o que será melhor para o meu caso. A minha questão é: será que vale a pena? Acham que ajuda a reduzir cm, ficar tonificada? Se alguém já experimentou, que me deixe o seu testemunho.

Entretanto comecei ontem a tomar levedura de cerveja ( 2 comprimidos antes do jantar) para diminuir o apetite. E depois do jantar, massagem feita pelo maridinho + anticelulitico. 

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Sobrevivi ao fim de semana

Sobrevivi, mas não saí incólume.  A balança marca 100.9, exactamente o mesmo que marcava na quinta feira. A semana resultou em 400 gramas a menos.  Período à mistura, mas sobretudo porque o fim de semana prolongado foi catastrófico: se vos contasse o que comi ... ficavam com os cabelos em pé, por isso vou poupar-vos aos detalhes hipercalóricos dos salgadinhos e bolos de aniversário, enchidos, pão com chouriço, foram os principais pecados... Salvou-se a pátria com as caminhadas e visitas a castelos que sempre fazem suar um bocadinho, e que o bom tempo animou.

Agora sem olhar para trás nem pensar no estrago, continuo firme e decidida! Vou tentar começar a  a fazer 30 minutos de bicicleta elíptica, duas vezes por semana - já que não há tempo para ir ao ginásio, aproveito o que tenho em casa!

Ainda quanto ao fim de semana: acho que tive alguns momentos atípicos, de ficar embevecida com as criancinhas, ou mesmo de brincar com elas e elas pareceram gostar de brincar comigo, coisa rara, porque eu não tenho jeito nenhum para putos! E claro que nestas alturas penso que até poderia ser engraçado ter um puto a correr lá por casa... mas essas ideias duram pouco! Eu a pensar em perder quilos, não parece ajustar-se com ganhar uma barrigona que sabe lá Deus se alguma vez voltará a ser lisa! 

O importante agora é sentir-me bem comigo e estar de bem com a vida. Simples.


LinkWithin

Related Posts with Thumbnails