quarta-feira, 27 de maio de 2009

Perigos



Olá. A propósito de truques , mezinhas, remédios caseiros, e afins... este é um post longo que vale a pena ler até ao fim.

A propósito de algumas receitas milagrosas, venho alertar para alguns perigos. Não certamente nós, meninas esclarecidas e com a cabeça no sítio, mas para outras pessoas mais susceptíveis.

Lembrei-me disto quando li no site da buxi sobre a cura do cancro pela água -   o post da buxi não tinha este sentido, falava apenas das vantagens da água bebida em jejum - mas quem escreveu o texto que ela cita, mencionava que a toma de água curava o cancro em 180 dias. E é sobre os perigos destas afirmações que quero falar.  As pessoas podem deixar de tomar os medicamentos que precisam crentes que vão ser curados de forma natural.  Mas isto também acontece com a auto-medicação!

Uma colega, a Céu, tinha sérios problemas de depressão, era acompanhada pelo psiquiatra desde os 9 anos, na família havia casos de esquizofrenia e bipolaridade.Tomava medicação para os seus problemas desde essa altura.A sua vida era um oscilar de épocas melhores e épocas piores. 
Numa dessas épocas piores falou com o seu patrão, pediu alguma tolerância porque não andava bem, precisava de tempo para acertar a sua cabeça, por vezes não dormia durante a noite e como tal não conseguia trabalhar de dia... ora o patrão, pessoa que ela sempre teve em boa conta, ouviu-a e dispôs-se a ajudar. 

Indicou-lhe um médico/psicólogo/homeoterapeuta (qualquer coisa assim do género), uma coisa muito natural e supostamente inofensiva, mas "o tipo era um craque e vai por-te bem de certeza", foi o que ele disse.

Pois muito bem, a minha colega foi ao dito "especialista". E no dia a seguir contou-nos a sua experiência, vinha maravilhada, porque ele também lia as mãos, e sentia as vibrações, a modos que fazia de tudo!
E que lhe disse ele? Que tinha que fazer o desmame da medicação que estava tomar, porque os químicos só faziam mal, e que só assim a podia curar. Bem a avisamos para não fazer tal coisa!
Mas convencida dos poderes do homem, assim fez (e acreditava piamente que ia ficar melhor). Deixou de tomar a medicação, estava totalmente instável, com humores repentinos, crises de histeria... e foi num destes ataques que, totalmente descontrolada, atirou com tudo o que havia a mão no local de trabalho, e saiu. Deixou de conseguir discernir o certo e o errado, não tinha noção do que fazia, e no meio de tudo perdeu o emprego (que aliás continua sem emprego desde então, voltou para casa dos pais, e vive à custa deles...).

Certamente que o senhor que ela consultou não percebeu o quadro clínico da minha colega, nem mediu as consequências e implicações daquilo que a aconselhou a fazer... e ela não foi capaz de ver e discernir o que devia aproveitar ou não das terapias naturais.  

Fica aqui este testemunho, pensem e opinem por favor.  

9 comentários:

  1. Infelizmente e verdade, ha muita gente a aproveitar-se da desgraça alheia.Como diria um medico que conheço, os naturopetas!

    ResponderEliminar
  2. nossa por isso não acredito em nada que nao tenha fundamento cientifico.

    ResponderEliminar
  3. eu penso que por vezes o desespero das pessoas é tanto que fazem qualquer coisa,para ficarem bem.
    e as doenças do foro mental são as que mais me assustam.
    pessoalmente gosto de medicina alternativa,mas qd procuro um profissional dessa área,tento sempre ir a alguém mto credivel no mercado.
    bj

    ResponderEliminar
  4. Bem, eu sei que o meu pai andou num homeopata e até viu alguns resultados. Mas nunca deixou de tomar os medicamentos, nem tomou mais nada, ele fazia-lhe lá uns exercícios e esfregações e pronto :)
    Agora que há muitas burlas e pessoas que pioram por causa desses supostos "curandeiros", há!

    ResponderEliminar
  5. Sou adepta da medicina alternativa...NUNCA tive problemasaxo k acima de tudo se deve ter o bom senso de pedir segundas opinioes e ver credibilidade da pessoa k nos está a tratar...acima de tudo isso...beijoko para ti minha kerida tem excelente fds e BOAS DIETAS...

    ResponderEliminar
  6. Ois=)

    Eu sou uma grande fã da medicina alternativa contudo, tenho sempre muito cuidado com as pessoas a quem me dirijo pois, como em todo o lado, há os bons profissionais e os menos bons.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Oi, vi o teu comentário no meu blog e vim aqui agradecer. Como o tempo nunca é muito, ainda nao li os posts do blog, mas fica a promessa de uma leitura.
    Obrigado mais uma vez pela visita!
    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  8. Pois...há tendência a pensar que o que é natural é bom,mas não é assim...há ervas que são perigosas,há tratamentos ditos naturais que foram até proibidos...e há quem se aproveite da aflição dos outros para ganhar dinheiro fácil.Triste,mas verdade.

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails