sábado, 16 de maio de 2009

Sobre o tal jantar

Foto de Eugenio Recuenco

O restaurante estava à pinha! Só gente bonita, elegante e endinheirada... um sítio muito concorrido, com bom ambiente, a decoração em perfeita sintonia: os tons escuros com algumas nuances de retro kitsch & chic -  a casa antiga, com traves de madeira pintadas de negro, elementos muito ao género centro pompidou, também pintados de negro, candeiros rosa, paredes de pedra, escadas de madeira, apontamentos de paredes forradas a papel de parede florido, a luz ténue. Tudo em perfeita concordância. E a comida era di - vi - nal !

Ao contrário daquilo que tinha pensado fazer (comer peixinho, não querer entradas e não beber), provei as entradas, 1 pedacinho pequenino de cada, bebi vinho (um tinto muito bom, mas não mais que um copo), e pedi secretos de porco preto (uma iguaria divina, apesar de ser de porco, pelo menos não vinha encharcada em azeite nem acompanhada com molhos) solenemente acompanhada por umas simples batatas a murro e grelos. 

Ah, e claro que tomei um Xenical para amenizar o estrago! Aliás tenho tomado sempre um Xenical ao jantar, que é a minha refeição com mais gordura: tem sempre carne ou peixe, e legumes salteados ou condimentados com azeite. E apesar do azeite ser uma gordura boa, não deixa de ser uma gordura...

No final, resisti aos doces, e pedi uma taça de morangos (au naturel, sem chantily nem açucar).

O convívio foi agradável, ri muito... saldo positivo, portanto!

Hoje de manhã, a balança marcava tal como ontem 98.4. 



1 comentário:

  1. Olá, gostei do teu cantinho.
    Bom percurso. Parabéns e muita força para atingires os teus objectivos.
    bj

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails