terça-feira, 29 de setembro de 2009

Não convém esquecer



Olá. Por aqui o peso oscila mais ou menos meio quilo.
O meu objectivo era perder mais 7 quilos, mas parece que nos últimos tempos isto está mais inclinado para manter.

Mas RA é RA, e eu não posso descurar a comida e por isso fica aqui uma tabela calórica, porque o conhecimento não faz mal a ninguém e nunca é de mais: é a compilação do site da Roche, e tem os alimentos que se consomem aqui em Portugal.
Esta tabela parece-me muito credível e assim podemos comparar e fazer as melhores escolhas e também esquecer outras! Download aqui.


Apesar da estagnação do peso na casa 77, ainda assim tenho recebido muitos elogios, e a minha apresentação, nomeadamente ao nível da roupinha que visto, anda muito mais cuidada.
Ora o look compõe-se de:
- vestidos com cintos
- camisas com mangas de balão e calças de ganga justas
- sandálias altas
- cabelo comprido
- olhos dramáticos e boca nude
- sedução q.b.


sábado, 26 de setembro de 2009

77.1 na saga azul


Creio que estou obcecada com o azul:
- quero pintar o cabelo de preto azulado, apesar de ter medo que fique uma cor horrível com a água da piscina...
- uso o smokey eye com o azul da caixinha da Too Faced Skinny Dip
- o verniz Risque na cor azul hortensia nos pés
- a recente aquisição: saia azul eléctrico sobre tule preto

O peso, está em 77.1. Fez ontem, dia 25, 5 meses de Reeducação Alimentar. E em cinco meses consegui tirar de mim 24 quilos. É tanto que só consigo perguntar-me onde e como carregava eu este enorme fardo! E nem sequer vou repetir as vantagens de perder peso, e de me aproximar do peso ideal, porque essas já vocês conhecem sobejamente.


quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Novo peso: in blue

Depois de uma semana de estagnação, ontem e hoje já encontrei o número 77.9. É a primeira vez em muitos anos que vejo um 77!
Nada mau, porque o meu plano de exercícios tem-se resumido à natação e a dias mais ao menos em correria, sem tempo para as caminhadas, nem para o ténis e sem abdominais.
Mas não pode continuar assim!
A verdade é que tenho adormecido entre a uma e duas da manhã e acordado às sete. Pouco tempo de sono, mas até a hora de dormir tenho tido sempre coisas para fazer!

Confesso que me tenho desleixado um bocado na comida (ao jantar), tenho comido pão, queijo, paté. CORTA! Vamos tratar de mudar isto. E se andasse com juízo provavelmente já estava a ver o número 75!
As razões para este menor afinco são sem dúvida psicológica: já visto as roupas todas que vestia antes quando estava mais magra e o meu cérebro deve achar que estou muito bem e que já se pode refastelar. ERRO. Pensar que já podemos voltar aos velhos hábitos é meio caminho andado para recuperar todos os quilos perdidos.

Pronto, eu sei os truques, as fórmulas, percebo o mecanismo... alguém me explica porque é que não estou a agir em conformidade?

E assim vos deixo, espero que as vossas RA estejam boas, e que andem a fazer mais exercício que eu, e que comam melhor do que eu.

Dilema: pintar ou não pintar de novo o cabelo de preto com reflexo azul para completar o look "blue is the new black" com a sombra azul fashion da Too Faced que comprei?

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Our Fall Trends

Pois bem, creio que muitas de vocês meninas, tal como eu, que andaram a lutar desde a Primavera até ao Verão, por um corpo esbelto e cuidado, não queiram deitar tudo a perder no Outono.
Mas é tão complicado... Quantas de nós, mal o frio dá o ar de sua graça e nos encolhemos nos cobertores, dizemos adeus ao exercício, e passamos a comer como ursas que vão hibernar?

Por isso é que basta: vamos dizer não à engorda Outono/Inverno!

As principais tendências da moda para nós, esta estação são:
- alimentação saudável
- exercício
- manter o peso ideal ou continuar a perder os quilinhos a mais

E por isso criei este lema: glamourosa no inverno & sexy no verão - porque temos de cuidar do nosso corpo 365 dias por ano!


sábado, 19 de setembro de 2009

Águas paradas




Olá meninas.
Sei que tenho estado ausente deste blog e também não tenho comentado os vossos.
Isto deve-se a falta de tempo em geral: chego a casa tarde, trabalho, ando envolvida nas campanhas, enfim...

Ok. Venho aqui assumir que preciso de um plano de contingência: o Outono desregula-me, tenho frio, estou menos activa, como mais...
Resultado? O peso continua igual ao da semana passada mais grama menos grama.
Ok, amanhã vamos pôr isto nos eixos e volto aos posts mais habituais para que me possam dar na cabeça mais assiduamente, ok? Fica assim combinado? É que eu acho mesmo que preciso de uns tautaus.
Depois explico-me melhor para que possam ser mais incisivas nas chicotadas. Agora estou de saída!

Ah, só para dizer que tenho um brinquedo novo, e vou ver se adiro a um tarifário net no telemóvel para poder postar em qualquer lugar.


quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Incrédula


Hoje tive uma agradável surpresa.
Todas as manhãs se repete o ritual místico de decidir o que vestir... indecisa, olho de soslaio as peças X: aquelas que eu usava quanto estava magra, tinha por volta dos 70 quilos, que usava há 7 anos atrás, que foi quando conheci o que é hoje meu marido.
Todas temos as nossas peças X: aquelas especiais, em que almejamos entrar de novo.

Confesso que ainda este ano antes de começar a dieta as arrumei num canto e estava decidida a doá-las para caridade porque não acreditava simplesmente que alguma vez viesse a caber dentro delas de novo.

Então hoje lá olhei para elas, e decidi vestir só mesmo para ver quanto é que falta para as usar de novo. E pasmei, aliás quase dancei de felicidade: o casaquinho de ganga justo até estava largo na barriga, os dois pares de calças perfeitos, um deles já folgado no rabo e barriga.
Isso revela-me algo estranho: tenho 78.5 quilos, que é o que balança me deu hoje, mas o meu corpo está com as medidas de quando eu pesava à volta dos 70 quilos. Não é estranho?

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Gostar de mim


Eu gosto!
O post de hoje pega num simples episódio do quotidiano para lançar umas achas para a fogueira (das vaidades), e até poderia chamar-se: Gostas de ti ou gostas que os outros gostem de ti?

Ainda na saga das compras... enamorei-me por uma blusa, que experimentei e me ficava lindamente, tirando o pequeno pormenor de ficar um pouco justa no peito, uma vez que o meu é de um tamanho " grande q.b." , que é como quem diz 95D. Quando peço o meu número à menina, ela traz-me uma blusa 2 números abaixo. Quando lhe repito o número, pede desculpa, porque diz que olhou para mim e achou que aquele seria o meu número...
Mas valeu o elogio implícito: ela achou-me mais magra que o que sou! Estas pequenas coisas, de tão pequenas são quase absurdas, mas fazem uma mulher feliz*!



* creio que qualquer mulher que já foi/ainda é gordinha se sente (quase) sempre lisonjeada por a acharem magra/ mais magra... na verdade poder-se-ia interpretar isso como insegurança, falta de amor próprio ou uma necessidade de aprovação por parte dos outros. Não creio que seja o meu caso. Mas... e não será em parte? Não queremos realmente que nos achem bonitas? Se assim não fosse porque nos dariamos ao trabalho de escolher a melhor roupa, pôr maquilhagem ou tentar atingir o peso ideal? Humm... Isto pode gerar controvérisa. Deixo aqui à reflexão!
Mas creio que mais importante que os outos gostarem de nós é nós mesmas gostarmos, termos orgulho, e mesmo vaidade, no que somos, e como somos.
Se gostares de ti, os outros também gostarão. Concordam?


[Hoje também experimentei um perfume de que gostei particularmente, e vai ser difícil tirá-lo da cabeça. Dsquared She Wood. Alguém tem?]

terça-feira, 8 de setembro de 2009

79

Nada melhor que voltar às rotinas para que tudo corra direito e o processo ganhe avanço.

A balança deu-me uns simpáticos 79. Ok, lá vou eu repetir, mas cada quilo perdido é uma vitória, e neste caso já são 22.3. Faltam 9.
E eu para comemorar comprei outras calças (nº 33)... as que comprei antes das férias que ainda nem tinha usado, percebi hoje que estão largas! Lá terei que mandar apertar.

Com a chegada do Outono, o tempo não é tão apelativo para sair e caminhar, como fazia no Verão.
Plano de exercícios de Outono:
- natação 2x por semana
- abdominais e/ou elíptica 3x por semana
- caminhada 2x por semana
- ténis 1x por semana

A alimentação tem sido controlada e equilibrada. Não tenho cometido excessos ou deslizes desde que voltei de férias. Se bem me lembro, da última vez que abusei, foi da caldeirada de peixe com tomate. E abusar de alimentos saudáveis, não faz assim tão mal!Os meus novos favoritos em termos gastronómicos são mesmo a caldeirada e a sopa de peixe. Isto é quase inacreditável!
Aliás, dou comigo a comer sopa no shopping, ou mesmo no Mcdonalds!

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Hipertiroidismo e hipotiroidismo

Creio que não tinha ainda aqui falado do meu problema de saúde (agora controlado).

Quando tinha 17 anos comecei a emagrecer do nada, e sem causa aparente: foi-me diagnosticado hipertiroidismo. Depois do tratamento com iodo radioactivo, passei a hipotiroidismo e o peso voltou em força.
Agora tomo diariamente o medicamento de substituição (eutirox) que me vai acompanhar para o resto da vida.

A tiróide é responsável por muitas das coisas que nos afectam, e influencia de forma decisiva o nosso metabolismo: que no meu caso é lento o que leva a um aumento de peso. Nos últimos anos não tive a bem dizer período, e com o passar dos meses desisti de fazer testes de gravidez, tornou-se normal. Mas este mês o meu corpo deve ter-se regulado, porque ele apareceu e não se limitou a dizer um tímido olá...
Outra coisa que a tiróide afecta é a pele, o cabelo e as unhas. E talvez ainda mais grave que isso, a concentração e a memória.

Por isso tenho que tomar religiosamente o Eutirox sem esquecimentos...

Deixo aqui para os interessados, os sintomas mais comuns, e estejam atentos, porque por vezes o aumento ou diminuição de peso pode ser sintoma de problemas da tiróide:

Hipertiroidismo

• Ansiedade e irritabilidade

• Insónia

• Perda de peso, por vezes muito acentuado, acompanhada de aumento de apetite

• Suor abundante

• Tremores e palpitações

• Cansaço muscular acentuado

• Alterações no ciclo menstrual

Olhos salientes (exoftalmia) e avermelhados.

Movimento ocular diminuído, descoordenado e visão dupla - diplopia (doença de Graves).

Lacrimejo e sensibilidade ocular à luz.

Bócio

Hipotiroidismo

• Ciclos menstruais irregulares ou falta de menstruação

• Diminuição da fertilidade e do desejo sexual

• Queda de cabelo

• Unhas e cabelos secos, quebradiços e de crescimento lento

• Pele seca

• Dificuldades de concentração e memorização

• Ritmo cardíaco mais lento

• Depressão

• Sonolência

• Prisão de ventre

• Aumento de peso

• Colesterol elevado

• Intolerância ao frio

• Cansaço fácil e fraqueza muscular

sábado, 5 de setembro de 2009

De patinho feio a cisne



Dias assim são a verdadeira maravilha. Estou tão ocupada que me abstraio de coisas menos positivas ou menos boas.
Ontem, depois de uma semana de trabalho, saímos, fomos a um concerto.
Hoje a manhã compôs-se de uma aula de natação, seguida de uma hora de ténis. Nunca me havia imaginado a fazer desporto! Pelo menos não tanto.
Agora estou a preparar uns documentos para a reunião que vou ter logo à tarde.
À noite tenho ainda outro espectáculo.

Agora sobre compras... fiz umas aquisições amorosas:
- sombra verde água, blush e rimel da marca Essence (adorei o rimel, porque só consegui um resultado assim com o Channel)
- um rimel da Mybelline, o Lash Stiletto, que não é assim tão maravilhoso
- vernis casco de cavalo para ver se endureço as unhas
- verniz Essence multi dimension na cor late at night
- lápis para smokey eye da Essence
Ainda não testei tudo, depois digo de minha justiça.

O peso, está muito bem: 79.5 quilinhos. Já só faltam nove e meio.

Já vos tinha contado que no regresso ao trabalho, as colegas, as conhecidas, comentaram todas como estava magra, como estava bonita, e como estava bem...
Pois pasmem, ontem foi a vez dos homens. Colegas de trabalho, aliás um deles, diz-me que estavam a comentar entre eles ( boss incluído) como eu estava magra e elegante. Achei um piadão. Sobretudo vindo de quem veio. Lolololol, o que me tenho rido sozinha à conta disso.

A respeito da natação ainda, AMEI! É que nem me lembrei se era gorda ou magra, acho que deixei tudo de lado, esvaziei a mente, estive super à vontade e senti-me muito bem.

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Na casa do sete



Sim. Hoje a balança mostrou-me 79.8, o que significa que deixo para trás a barreira psicológica dos 80 quilos.
21. 5 Kg perdidos em 4 meses e uma semana.

Estou feliz... mas vou esperar por amanhã, para confirmar o peso ao levantar.

Muitas notícias.
Vou começar a fazer natação: eu que nem nadar sei, lolololol... portanto vou aprender a controlar o pânico da água no nariz.
Já vos tinha contado que tinha começado com o ténis que agora ficará remetido para o fim de semana.
E venho agora da caminhada de uma hora.

Hoje encontrei a minha amiga "anjo da guarda". Começamos a falar há cerca de um ano, só nos encontramos agora esporadicamente, mas é uma pessoa espectacular e sem dúvida que foi ela que me deu uma grande força para começar com os exercício e perder um pouco de peso. Por isso senti-me orgulhosa e até emocionada, ao dizer-lhe hoje (já não nos víamos há cerca de 2 meses) que ela é uma pessoa que faz bem às outras! E é mesmo! A Zé é um anjo que veio à terra para fazer bem a muita gente.

À medida que o peso desce, sinto por vezes terror. O medo de voltar a engordar, voltar a tudo aquilo que eu quero deixar no passado. E rezo para que este seja o início de uma nova vida.

Porque por muito que doa:
- se me dizem que estou bonita agora é porque não estava assim tão bem antes
- se gostam mais do meu corpo agora, é porque gostavam menos antes
- se sou mais atraente agora é porque era menos antes

Pode parecer redundante ou mesmo fútil, mas não me posso voltar a enganar e a viver no "mundo faz de conta que sou gorda mas sou realizada e feliz", isso é um engano. E nesse aspecto eu enganei-me, porque me queria mesmo enganar, ao longo dos últimos 6 anos, e acreditar que estava tudo bem, que eu estava bem, que o meu peso estava bem.

Acorda Electra, e mantém esses olhos bem abertos, não te deixes adormecer, nem enganar.

A banda sonora do momento, e eu que até nem morro de amores pelo fado, é:
António Zambujo
Carminho
Camané
Ana Moura

Boas músicas e boas RA para vocês: não vale desleixar com a chegada do Outono, ok?

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails