quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Prémios 2009

Ora bem, em final de ano, reza a história que se devem fazer balanços e contas, definir o melhor e o pior, para fechar o ano e receber de braços abertos o novo ano que se avizinha.

Então comecemos pelo pior, definitivamente as piores coisas que que me aconteceram em 2009:
1- começar o ano em depressão e ter tomado antidepressivos
2- a pneumonia do meu pai
3- o problema de saúde da minha melhor amiga

Quanto ao melhor:
1- ter começado as consultas com a nutricionista e ter perdido 33 quilos
2- ter trabalho e manté-lo
3- ter melhorado (ou pelo menos assim o creio) a minha relação

Olhando assim não vejo grandes percalços e tropelias, aquilo que há a ressaltar é mesmo o meu emagrecimento, que por si só trouxe muitas coisas boas.

Agora resta-me atribuir estrelas àqueles grandes amigos que me ajudaram a perder peso:


os blogs, todas as pessoas que me lêem, ou que eu leio, todas elas tiveram um papel muito importante, como incentivo, como força e companhia nesta batalha, que não me deixaram desanimar e me mostraram que era possível
o exercício- as caminhadas, a bicicleta elíptica, os abdominais e a natação que me deram pernas e braços mais rijos, mais resistência, e um corpo definitivamente melhor
frutas, vegetais e os lacticínios magros: as cenouras, as pêras, os iogurtes magros e os queijos "vaca que ri light", meus aliados nos ataques de fome

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Eu matei o monstro do Natal


Sim, eu tinha 68.8 quando fui e agora tenho 68.3. Que mais posso eu pedir?
Que venha o Ano Novo e corra tão bem como o Natal!
Que venha 2010 e os 65 quilos, e adeus 2009 e os 101 pesadelos (quilos) que me atormentaram nos últimos anos.

Que fiz eu de especial? Caminhadas para compensar o que me fartei de comer e confesso que foi a medo que subi à balança hoje ao chegar a casa. Mas correu bem. O segredo é mesmo o exercício!!!

Deixei muita gente de boca a aberta (já não me viam há mais de 6 meses): que estava magra, que estava elegante, que estava muito magra e tralalá...

Parece-me que se entrar em 2010 na casa do 68 posso bem dizer : EU matei o monstro do Natal!


terça-feira, 22 de dezembro de 2009

O espírito Natalício



Toda a gente anda às compras. Pinheiros, luzinhas e tal...
Não sei se é por não ter filhos, ou por nunca fazer o jantar de natal em minha casa (ora na casa dos meus pais ora na casa dos meus sogros) não sinto aquele espírito.
E depois o Natal acaba por ser uma data de obrigações em que tudo supostamente tem de correr bem, em que todos se dão bem.
E nem sempre é assim, ou nunca é assim!
E mais, antes do natal o ambiente de trabalho é um stress. Há coisas para acabar, gente muito mal humorada e intratável, como de resto o é, o resto do ano.
Ou sou eu que estou completamente sem paciência. O que também é verdade e a juntar à falta de educação de outras pessoas é explosivo!

Ai o Natal, o Natal... a comida da sogra que não está para se incomodar com o que eu quero ou devo comer (tudo cheio de banha e azeite, ora pois, iogurtes gordos e açucarados, doces fritos, pão branco e manteiga). Que bom humor só de pensar.
As perguntas da cunhada: trips e stresses que já consigo avistar, desentendimentos por qualquer coisinha... ai o Natal, o Natal.

O Natal seria mesmo bom a dois, ou na minha casa e à minha maneira, onde fosse eu a ditar. Onde não houvesse perguntas sobre o meu emagrecimento, e onde pudesse controlar o que como e a preparação dos alimentos, se tivesse a minha bicicleta elíptica ao pé.
Se não estivesse na casa da sogra e a 300 Km da minha!

What a fuck: é Nalal!

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Alerta Vermelho




Olá. Tenho andado ausente mas não por querer abandonar o blog ou a RA. Trabalho, coisas para fazer e o Natal para preparar. Uma viagem até ao Centro: 300 Km para fazer no dia 24.
Entretanto o meu peso mantém-se, o que é bom. Ora 68.8, ora 68.5, para cima e para baixo sem fugir muito daqui. Por enquanto.

E vocês que tem feito para se protegerem das Festas? Estamos em verdadeiro alerta vermelho, vamos ser bombardeadas com doces e outras iguarias, vou estar longe da minha balança e da bicicleta elíptica... é um bocado assustador, porque criei uma rotina e estou convencida que se não a cumprir o peso vai aumentar.

Tenho que me lembrar dos truques: água, fruta laminada, muitos vegetais... é uma prova de fogo. E eu espero sair vitoriosa para vos contar como foi.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Eu vi!

Depois de uma longa noite de trabalho. Depois de entredormir 3 horas, hoje levanto-me e vejo 68.7.
Vamos ver o que o fim de semana me reserva.

Estou tão KO que não estou com espírito para festas, mas 0 68, já vale a pena!



domingo, 6 de dezembro de 2009

I got a party



Ok, não preciso de ser a rainha da festa nem preciso de ser o centro das atenções. Na verdade eu só precisava do sentimento (e da certeza) de já não ser a gorda da festa.
Traumas? Pode até ser. Este vai ser o primeiro natal em muitos anos em que me vou poder sentir livre.
Estou no espírito "party everyday".

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Missão cumprida

Quando iniciei esta jornada propus-me perder 31 quilos e chegar aos 70.
Passaram 7 meses ,e hoje amanheci com 69.7. Missão cumprida.

Agora proponho-me lutar pelos 65 que é um peso aceitável para a minha altura.
O importante a ressaltar é que atingi um objectivo, que confesso, me parecia impossível.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails