terça-feira, 31 de agosto de 2010

Anoréctica?


Regressei ao trabalho com mais 2 quilos, ah pois, também sou humana, cometo erros, e estas férias cometi muitos! Se estou muito preocupada com isso? Nem por isso, sei que manter o peso inclui estas oscilações, e agora que volto ao bom caminho do trabalho e da rectididão, tudo há-de voltar aos eixos! :)

O mais estranho disto e que tenho que partilhar convosco, é que precisamente agora, me aconteceu de duas pessoas, um homem, e depois uma mulher, no mesmo dia, sem qualquer relação entre eles me terem falado de anorexia. Ele disse que eu estava muito mais magra e a dada altura, em tom de brincadeira (assim o interpretaria) chamou-me anoréctica. Ela, elogiou-me, mas a dada altura da conversa alerta-me para não emagrecer mais, que fico com a cara e ossos muito expostos, que a anorexia era coisa de modelos e que eu não tinha necessidade nenhuma disso.

Será que alguém que passa as férias a comer como um alarve, a visitar (e a comer claro está!) feiras gastronómicas, doces alentejanos, croissants no pequeno almoço do hotel e muito queijo as férias todas, pode ser confundida com uma anoréctica? Será que sou eu que não sei o que é a anorexia, ou eles confundem o facto de ter emagrecido com a vontade de continuar a emagrecer? Ou acharão, como a minha mãe que eu emagreci de mais?

Pois bem, é que eu vou ter agora de perder os dois quilitos que as férias me trouxeram! Ontem o programa cultural venceu a meta de passar roupa a ferro, vamos ver hoje, quem ganha a disputa entre o dever e o querer! Ainda não retomei o exercício, e amanhã tenho uma festa de anos. O mundo conspira contra mim!

11 comentários:

  1. Olá Electra :) eu compreendo muito bem o que queres dizer. as pessoas não sabem que para emagrecer não é preciso passar fome, basta uma boa alimentação e o facto de teres emagrecido tanto leva a que as pessoas pensem que estás com cisma do peso. o importante é continuares com uma boa alimentação, saudável! E esses 2kgs vão rapidamente abaixo! Já agora, quanto é que medes?

    ***

    ResponderEliminar
  2. tenho 1.64 m, não sou propriamente alta, mas também não me considero baixinha. :)beijo e obrigada pla força!

    ResponderEliminar
  3. deixa lá, as pessoas as vezes nao se entendem se estamos gordas é porke estamos mas se estamos magras é porke estamos! nao ha meio termo pra ninguem, é pena, deviam usar mais o bom senso mas...um dia la xegarao! =) beijolas e força

    ResponderEliminar
  4. Desde que te sinta bem ctg própria, sem te prejudicar . Ás vezes é dor de cotovelo, não só em relação ao peso mas também à dita mudança. Veêm alguém sempre gordo, que depois com mt esforço emagrece. É preciso muita força de vontade e esforço e mt gente inveja isso na sua vida. Espero que me tenha feito entender.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Tu tens que te sentir bem... E tu deves certamente saber os teus limites.
    Abraços

    ResponderEliminar
  6. Eu acho que vc deve se sentir bem com o seu corpo, deixar estes comentários não proveitosos para quem quer escuta-los...
    bjinhos florzinha

    ResponderEliminar
  7. Olá....ufa acabei de ler o teu blog todo, ia espreitando o trabalho eheheh, e foi uma lufada de ar fresco para mim....e vou alterar ali uma coisa no meu que não pus e devo colocar pois os cerca de 20kg que perdi ao longo dos tempos não pus....beijinhos e adorei....

    ResponderEliminar
  8. A definição de anorexia é uma doença mental identificada cientificamente há mais de 100 anos e está actualmente em debate:
    http://esqueciaana.blogspot.com/2010/02/diagnostico-da-anorexia-discussao-dsm.html

    Outra definição na wikipedia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Anorexia_nervosa

    ResponderEliminar
  9. Olá
    Permita-me o seguinte comentário: eu sofri de anorexia nervosa há 10 anos atrás.
    Acerca do que é a doença há vasta informação quer intitucional, quer através da internet.
    Hoje continuo uma pessoa magra, segundo dizem, muito elegante;-)
    O ar emaciado das anoréticas é o 1º sinal evidente (a perda da menstruação não se evidencia,é mais fácil de esconder).
    No entanto, no proguedir da doença há reacções químicas no cérebro que fazem com que a anorética "não veja" ou não ligue ao que se passa.
    Pessoalmente parece-me que qualquer dieta deve ser acompanhada por um médico e, em casos mais graves de um terapeuta.
    É lamentável que esta doença, que só pode ser descrita como um cataclismo na vida de alguém continue a ser, de forma que se pretende discreta, fomentada pelas lojas de roupa (especialmente as de roupa de marca ditas "para magrinhas".)
    Não há nada de mal em querer emagrecer por motivos estéticos.
    Mas pôr a própia sanidade mental em perigo só pode resultar, actualmente, de falta de informação acerca do assunto.
    Eu tenho 1,70m. Cheguei a pesar 38kg.
    Acreditem que tive a sorte de conseguir sobreviver e "reconstruir" o meu corpo, com ajuda que eu própria solicitei.
    Foi preciso muito tempo, muita angústia e muito choro.
    Hoje sei que não sou o meu corpo mas aquilo que nele habita, Kgs EXCLUIDOS!
    Portanto 2Kg a mais das férias, não é morte da "linha" e devem ser levados carinhosamente e na "desportiva" :p
    Obrigada por me ler.
    Ana

    ResponderEliminar
  10. Opá as pessoas não consegue viver com o bem dos outros!!!
    Bom acredito que se te sentes bem que estejas bem, nem que estejas um pouco mais magra do que devias, desde que não estejas doente e te sintas bem...
    Beijinhos, esses dois kilos desaparecem rápido para uma pessoa com a tua determinação e se não desaparecerem, imagina se dizem que estas mais magra e tudo é porque estás bem.

    força beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Oi Electra..
    Pode ter certeza que esses dois quilos voce eliminará rapidinho ...pois já conhece como fazer...quanto as pessoas elas sempre vão achar alguma coisa para falar...nem ligue para esse tipo de comentário...
    Beijokas

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails