quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Distúrbios alimentares

Fui confrontada com Ortorexia, nem eu sabia o que era!
As pessoas à minha volta acham que tenho cá dentro uma bomba qualquer prestes a explodir: temem a anorexia, a bulimia e agora a ortorexia.
Eu na verdade só temo voltar a engordar, mas à parte desse medo sei que sou uma pessoa permissiva: que come pão com doce, que come queijo... tenho as minhas paranóias, pois claro: nunca uso mais de 2 colheres de azeite para cozinhar, lá em casa está terminantemente proibido usar banha ou manteiga para cozinhar, e nisso sou um bocado intransigente. Mas se vou jantar a casa de alguém ou a um restaurante, nem sequer me ponho com histórias, como o que tiver que comer sem grandes preocupações de como foi confeccionado (sei que à partida terá muuuito mais gordura do que se tivesse sido eu a fazer, mas pronto, paciência, uma vez não são vezes).
Claro que depende dos dias, às vezes fico de mau humor por comer algo que sei que não devia estar a comer, e isto dito assim coloca-me do lado dos ortorécticos. Também vou pensando ao longo do dia o que vou comer ao almoço, o que faço para o jantar, mas no início da dieta é que vivia em função disso, agora não. Acho que é normal haver este género de pensamentos e preocupações para quem passou uma fase de reeducação alimentar. E eu sei que ainda não tenho uma relação normal com a comida, luto para ter, mas ainda não tenho... e acho que vai levar ainda muito tempo.
Por outro lado tenho-me esforçado por ser mais racional e saudável (menos repressiva) em certas coisas: comer pão de manhã (que eu não comia) mas que é essencial para uma boa concentração. Comer iogurte durante o dia, porque andei uma fase em que os substituía pela gelatina, e sei que preciso de cálcio, e também terei que fazer por incluir mais fruta durante o dia.
É tempo de estar menos obcecada pelo peso e dar mais atenção a uma manutenção saudável e sustentável a longo prazo.

6 comentários:

  1. Como gostava de voltar a essa fase...antes de ter adoecido e ficado como sou agora - comedora compulsiva...bulimica não purgativa...

    ResponderEliminar
  2. É inevitável que quando nos esforçamos para emagreçer (e muito) depois tenhámos medo de voltar a engordar. E digo-te por experiência de anteriores dietas que se não tivermos cuidados os quilos voltam e muito rapidamente.
    Conta, peso e medida... é a formula mágica que teremos que desvendar :)
    Abraços

    ResponderEliminar
  3. E estás correctíssima! É natural que te empenhes em manter o estado em que te encontras após tanto tempo de esforço e determinação. Também fazes bem em não ser tão restritiva neste momento e não rejeites um jantar feito pelos amigos de vez em quando! É muito sensato da tua parte!
    Quanto ao que as tuas pessoas à tua volta pensam, só tens uma coisa a fazer: evita partilhar o assunto com elas. Sentes-te bem, sabes que estás a fazer as coisas da forma mais correcta, isso é o que importa! Mil bjinhos! És uma inspiração!

    ResponderEliminar
  4. ola querida, a chave do sucesso é o equilibrio não é? se conseguires é tudo de bom :D
    Sei que és inteligente e que não mais vais ser gorda :D estas linda e vais continuar! bjinhos doces (n caloricos)

    ResponderEliminar
  5. A evolução foi fantástica :O

    ---

    Se fazes divulgações, achas que podes divulgar o meu blog? www.fashionhelpersite.blogspot.com

    Também divulgo o teu se pedires e um post sobre ele.

    ResponderEliminar
  6. o exercicio fisico pode ajudar-te a sentires-te mais segura. Ocupa a mente e ajuda a manter um corpo saudável :)

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails