domingo, 31 de outubro de 2010

Intimidade e bom senso




As últimas duas semanas foram diferentes daquilo a que me havia habituado, os meus medos deram lugar a algumas certezas e muitos mais medos. Fiquei doente: cervicalgia, contratura muscular, muitas dores de costas, de ombro e de pescoço a ponto de mal conseguir estar sentada, nem posição para dormir nem coisa nenhuma. Uma semana depois de uma fantástica passagem pela urgência hospitalar, e meia dúzia de injecções depois continuo com dores.

Durante estas 2 semanas que passaram não vos contei muita coisa, mesmo porque a bem dizer foram dias entre médicos, hospitais, fisioterapeutas, cansaço, além do trabalho (sim, porque ao contrário de colegas que faltam à menor constipação, não faltei nem um dia ao trabalho, coisa que duvido que os patrões percebam sequer!)
A parte pior é mesmo o exercício zero por estar doente e muita fome, por me sentir fraca, porque tenho medicamentos para tomar e tenho que comer, porque tive 2 quebras de tensão... ok, mas isso da fome pode ser psicológico.
Posto isto e tal como suspeitava, bastou uma oscilação de saúde para tudo descambar: tive que parar com a natação e não consigo fazer mais exercício nenhum. Vamos ver quando consigo voltar à normalidade! Eu espero que seja para breve.

A outra coisa que aconteceu e eu acabei por achar piada nestes dias em que andei super em baixo, foi ter sido assediada, quer dizer assediada nem é bem a palavra correcta... vá, o rapaz em questão (suspeito que seja mais novito que eu) alheio ao facto de eu ser casada (até porque não me conhece e eu não uso aliança...) convidou-me para um café já por 2 vezes, insistiu ainda que timidamente num encontro no fim de semana. Eu sorri, nem vejo muito mal no café, mas achei que era indelicado sacar da arma de arremesso e dizer logo "claro que sim, posso levar o meu marido?", por isso fiquei-me pelo sorrir, e acho que ele percebeu que havia ali algum impedimento. Anyway, achei piada ao flirt, end of story, não vai haver desenvolvimentos...
Posto isto, que atire a primeira pedra a mulher comprometida que não gosta de perceber que causa interesse, que é alvo de olhares, que no fundo percebe que é bonita e desejada.
Aliás tenho para mim, que esse género de flirt só apimenta a relação, é um lifting, uma lufada de um ar fresco, sobretudo porque cheguei a casa olhei para ele e pensei:"não te trocaria por nenhum outro"!

9 comentários:

  1. Oi Electra....
    Calma menina...assim que estiver recuperada voltará tranquilamente a natação e a alimentação normal...nesse momento cuide bem de sua saúde...
    Quanto ao flirt...bom demais né...realmente é como voce diz...uma lufada de ar fresco...mas sem duvida melhor é chegar em casa e ter a certeza que a pessoa que está ao nosso lado é aquela que realmente nós queremos...
    Beijokas

    ResponderEliminar
  2. Primero de tudo... As melhoras, muito breves.
    Sentirmos alvo de desejo não é bom, é óptimo. E é bem verdade que apimenta a relação cá de casa:)
    Qual a mulher que não gosta de se sentir desejada (é claro dentro dos limites...)
    Abraços

    ResponderEliminar
  3. Hello my love,

    I am returning your message from my blog. So sorry It took me so long to reply. To be honest I just now figured out how to reply to these comments from each posts. I would love to keep in touch though. Add me on twitter: twitter.com/azen_eunice

    Hope to chat w/ you there!

    xoxo,
    Azen Eunice
    www.BeautyFunktion.com

    ResponderEliminar
  4. Quer queiramos, quer não, é sempre óptimo ouvir elogios. Ainda para mais, pessoas como nós, com a auto-estima um pouco debilitada. Ou pelo menos que já foi.

    ResponderEliminar
  5. E quem não gosta de se sentir assediada desde que não seja no sentido grosseiro/ ordinário?!
    Só mostra que estamos vivas e bonitas :)
    Bem bom!

    ResponderEliminar
  6. Boa tarde.
    Hoje dou o dia como ganho por ter descoberto este blog (entre outras coisas).
    Vejo este percurso de perda de peso como uma inspiração e de me alertar para quando a motivação para o exercício se perde por muito pouco. Vou continuar a passar por cá. E muito obrigada pela partilha.

    Quando à saúde, tudo parece irrelevante quando ela nos falta, mas agora o importante é mudar o focus para se restabelecer e manter os cuidados básicos, sem exageros.

    Sentirmo-nos alvo de flirt é bom. E é melhor ainda quando ao chegar a casa e olhamos o "homem lá de casa" o sentimos como verdadeiramente a nossa cara-metade. Já me aconteceu também e tive precisamente a mesma reacção: não o trocaria por nenhum outro.

    Bjhs
    SV

    ResponderEliminar
  7. Quem não gosta de se sentir desejada?!...faz-nos bem ao ego! ;)
    As melhoras!!!

    ResponderEliminar
  8. Olá Electra,
    adorei o seu blog, vasculhei ele quase todo :). Eu comecei este ano na minha luta, mas ando sempre a sabutar-me, a ver se consigo ganhar juizinho tb :)
    bjs clau

    ResponderEliminar
  9. Electra,

    Casadas ou solteiras, gordas ou magras, bonitas ou menos bonitas, novas ou velhas... todas nós gostamos de elogios e de uns flirts "inofensivos".

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails