terça-feira, 23 de novembro de 2010

Vertigem


A cabeça rodopia, como se o corpo se precipitasse num abismo. Há ideias e sentimentos amalgamados. Insatisfações, vontades, desejos reprimidos e um tumulto interior ensaiado com direito a banda sonora.
Podiam ser ideias soltas rabiscadas para o guião de um filme: uma comédia de enganos ou drama amoroso. Não sei que tipo de filme seria, porque ainda não o vi. "Não me ligues, eu ligo-te!". Um café demasiado difícil de marcar. Um número de telefone escrito num papel. Uma chamada não atendida. Uma chamada de volta. Em inglês tudo soaria melhor: Well, I must say... I'm in a relationship. But I'm sure we can be friends.
O mundo dos adultos é complicado, arriscado. Pode parecer sedutor mas é simultaneamente decadente e inspirador de desilusão. Not like the movies... sem happy ending. Tudo se perspectiva negro no "the end". Não sei se pus um pé no filme, se me apeteceu entrar nele desde o início. Se estava a espera que fosse qualquer coisa diferente, inocente, romântica e divertida. Mas não é, nem poderia ser. "Tenho que começar por dizer-te que tenho uma relação" disse eu. Do outro lado oiço o mesmo. E há em mim qualquer coisa que se apaga ou esmorece, como se a crença na existência do amor fosse posta em causa.
We will meet up for a coffee one of these days... ou não.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Help


Olá, por aqui grita-se socorro, e grita-se de raiva. Duas borbulhas juvenis decidiram instalar-se na minha testa. A minha testa tem 28 anos, não tem 18. Eu uso cremes lifting e anti rugas, já não estou em tempo de acnes e afins. Será que só a minha pele é que não percebe isso e decidiu pregar-me uma partida? Além das duas borbulhas da testa tenho outras mais pequeninas pelo rosto, mas essas são mais fáceis de dissimular.
Não percebo, não admito, não tolero esta ofensa, esta crueldade: duas borbulhas onde devia haver uma pele perfeita, impecável. Pronto confesso, estou desesperada. Sim ontem mexi nas ditas borbulhas: não melhorou. Apliquei os truques que conheço: a água oxigenada não as secou, o Fucicort também não resolveu a situação. Hoje vou atacar com betadine... também ouvi falar na dica da aspirina mas não tenho aspirinas cá em casa...

Não sei se foi o chapéu que usei que ofendeu a minha pele sensível, se será do novo creme que uso, se será do tempo, ou se simplesmente o excesso de sexo que tenho tido me deu borbulhas, ou dos teenage dreams que tenho vivido, :) , ou será alergia? Pois não sei.
Mas dava jeito uma solução milagrosa, assim da noite para o dia. Alguém tem?

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Missão 55


2 semanas doente, que é como quem diz, 2 semanas de puro desleixo é igual a mais dois quilos! Sim, verdade verdadinha, tenho mais dois quilos que se instalaram pela falta de exercício, pelo pão, pelo queijo, pelos doces e pelas sobremesas que comi, porque me sentia fraquinha!
Pois bem, agora já estou melhor e bastou ver mais dois quilos para saber que é hora de retomar os bons velhos caminhos, entrar nos eixos e deixar de lado as tentações.

Por isso, hoje o meu jantar vai ser cogumelos salteados com feijão verde e frango grelhado, cenoura ralada, uma pêra ou uma maçã assada. E nada mais. Assim prometido pode ser que eu ganhe vergonha, faça as coisas direito e volte a ver o 55 na balança. Podem até achar que dois quilos não é nada de mais, pois não! Por isso convém que os elimine e depressa. Quarta feira volto à natação.
Vamos ver quanto tempo demoro a cumprir a Missão 55!
Gosto de mim magra e é assim que me quero manter.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails