terça-feira, 20 de dezembro de 2011


Dica 1 - Não vá para a mesa com fome!
A tendência é para ingerir maior quantidade de alimentos quando se deixa acumular a fome, especialmente alimentos com maior teor em açúcar.
Opte por um iogurte ou uma peça de fruta da época.


Dica 2 - Faça lanches saudáveis a meio da manhã e a meio da tarde.
Nestes dias, poupamo-nos para o jantar ou para o almoço, até porque já sabemos que vamos comer em maior quantidade.
Contrariamente, devemos ter a noção de que devemos fazer refeições ligeiras de 3 em 3h ( saladas, fruta, um iogurte, sopa, são óptimas opções, pois dão-nos saciedade ).


Dica 3 - Substitua alguns ingredientes das suas receitas, por outros menos calóricos ( mas que sejam saborosos )


Troque as natas por queijo fresco batido sem gordura ou natas light
Optar por carnes magras ( peru, frango, p.ex. ). Ao reduzir a gordura estará a ingerir menos calorias e mais dificilmente aumentará de peso.
Troque a farinha refinada por farinha de trigo integral
Troque o açúcar branco por açúcar amarelo ou mascavado e utilize menor porção deste.
Troque o grão e a batata-doce pela abóbora, cujas calorias são muito menores.

Dica 4 - Comer devagar ( saboreie ).

Se mastigar de forma lenta terá os mesmos alimentos por mais tempo no seu prato e o excesso será minimizado.

Dica 5 - Beber chá/ água no intervalo das refeições.

Porque o tempo é frio, água ou bebidas quentes podem ser muito saciantes, pois inibem a ingestão de alimentos em excesso e do excesso de açúcar.
Preferir o chá verde sem cafeína ou chá vermelho.

Dica 6 - Após a refeição servir-se dos doces num prato pequeno, seleccionado só aqueles de que mais gosta e... resista aos outros

Pode comer um pouco, desde que não ultrapasse a dose de um prato de sobremesa.

Dica 7 - Não se sentar próximo da mesa dos doces após as refeições principais.

A tendência para ingerir alimentos sem fome triplica!

Dica 8 - Fazer exercício físico nos dias antes e após as festas.

Não prologue o dia 24, 25, 31 e 1 pelos restantes dias da semana...
Com o exercício irá permitir despender de algumas das calorias que armazenou durante estes dias.
Como não é fácil "controlar" a ingestão calórica nestes dias, aconselha-se a fazer exercício todos os dias (uma caminhada de 45-60min, por ex.).


COMBINAÇÕES ALIMENTARES A EVITAR:


- Tabaco e álcool (alteram as mucosas do sistema digestivo, afectando aabsorção).
As bebidas natalícias tendem a ser carregadas de calorias ( vinhos generosos, licores, espumantes, cocktails apetitosos, .... ) e são fatais na manutenção do peso.
Um truque será beber um copo de água, por cada cálice de bebida.


- Misturar acompanhamentos ( tipo batata com arroz ).


- Menus com excesso de proteínas ( por ex. peixe com ovo ) impede o aproveitamento do cálcio dos alimentos.


- Refrigerantes ou bebidas muito açucaradas a acompanhar o almoço ou o jantar.





CUIDADOS A TER:


- Moderar as quantidades, para evitar grandes sobras e para se manter na linha.
Se tiver menos comida disponível, as tentações serão menores.


- Ingerir alimento várias vezes ao dia e não ficar em jejum mais de 3h, caso contrário, absorve-se mais alimento.


- Incluir sempre legumes crus ou cozinhados nas refeições de carne ou de peixe.
A ingestão de fibra alimentar promove uma redução na absorção dos alimentos e sacia.


- Uma forma de diminuir a ingestão de alimentos calóricos é começar a refeição com um prato de sopa e um 2º prato de peixe ou de carne magra, onde o bacalhau, o peru, o coelho, o borrego são nossos aliados.
Preferir confecções assadas no forno, estufadas em cru. cozidas ou grelhadas.
Após a refeição, terá menos fome e dificilmente irá conseguir comer aperitivos, queijos, frutos secos, doces, ..., esses sim, promovem o aumento do peso.


- Doces após a refeição são menos absorvidos pelo organismo, mas...não abuse!!
Os menos calóricos são o arroz doce, o leite-creme, tarte de maçã, uma maçã assada, por ex.


- Não ingerir fritos quentes! ( o açúcar cola-se ao alimento e impede que a gordura saia do alimento, enquanto arrefece e em consequência - mais calorias! ).


- Saiba dizer "não":
Se insistirem para que coma mais um pouco, simplesmente diga: " Estou satisfeita/o".


- Nos dias seguintes às festas, optar por alimentos mais leves ( fruta, cereais integrais, peixe, salada ou legumes, sopa,... ), para o organismo conseguir metabolizar todos os excessos cometidos



quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Mau humor natalício


Ontem depois da natação, e como de costume, vinha com uma fome descomunal e comi vários pães, meio queijo de cabra e ainda lasanha. God have mercy!
Mal me vejo mais magra, o meu cérebro acha que estou doente e deve ser por isso que me faz desatar a comer! Sim, as maçãs marcadas do meu rosto devem fazer um click e activar uma hormona qualquer. E juízo, não?

Para variar em período pré natalício, lembram-se todos de partilhar bolachinhas e bombons feitos em casa a que não podemos simplesmente dizer que não... e não bastavam as ceias e almoços intermináveis e a mesa sempre posta entre o Natal e o Ano Novo , também se lembram todos de marcar almoços e jantares só porque é Natal, dos grupos disto e daquilo, dos colegas do trabalho, dos amigos e ex-amigos, dos que já não vemos há 10 anos.

Mas há alguém em dieta que sobreviva a isto???
E não bastasse, a nutricionista marcou consulta, para logo depois destas comezainas todas, no início de Janeiro  mesmo no dia dos meus anos! Não, não há pachorra.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Cool Cold days

Ora tenho 57 quilos certinhos. Os dias tem sido controlados, com duas a três excepções na semana, normalmente o sábado e o domingo. A alimentação inclui sempre sopa, saladas, vegetais cozinhados, pouca carne, uma forte redução do meu beloved pão com queijo.
Exercício: inclui 30 minutos de bicicleta elíptica  4 vezes por semana, e 50 minutos de natação 2 vezes por semana.

Sinto que 57 é um bom peso, sinto-me magra, o meu rosto está magro, não tenho pneus, só aquele excesso de pele na barriga que ficou com recuerdo dos meus mais de 100 quilos. Quase não dá para acreditar e definitivamente eu não sou a mesma pessoa.



domingo, 4 de dezembro de 2011

Happy new skinny Winter


Dezembro, Inverno, e o número 57 de volta. Hoje pela manhã a balança marcava 57.1. E isso nota-se, sinto-me bem! Agora o desafio é passar o natal e sobreviver às festas com 56. Objectivo 2012: manter o tal 56.

Não é propriamente fácil perder peso, sobretudo se forem dependentes do pão como eu! Só mesmo controlando os hidratos de carbono é que tem sido possível. Muita sopinha, que tenho variado: sopa de courgete, sopa de beterraba, e a deliciosa sopa de cação, e uma só fatia de pão! A sopa além de retemperadora no Inverno, dá uma boa sensação de preenchimento, quentinha e reconfortante.

Uma boa notícia: retomei a natação e agora tenho de recuperar o mês perdido.
Neste tempo tenho feito 30 minutos de elíptica todos os dias, e o exercício, é decisivo, acreditem!


domingo, 27 de novembro de 2011

2 semanas

Afazeres e chatices no fim de semana. Sem exercício mas com azáfama. Alimentação um bocado má: fora de casa, 10 horas de viagem, postos de serviço, lanches com bolachas e croissants na falta de melhor.
Hoje: 57.6.
Olho ao espelho e gosto de mim, gosto da minha barriga, das maçãs do rosto, do meu ar skiny dentro das skiny jeans. Os números fazem toda a diferença, é a diferença entre gostar de mim e não gostar.

Recordo que recomecei a saga há 2 semanas.
Peso incial: 61.6
1 semana depois: 59.7
2 semanas depois: 57.6

Consegui deixar de lado 4 quilos, fossem eles devidos à prisão de ventre ou não.

Próxima meta 56.
Não me posso desleixar e deitar tudo a perder. Não posso mesmo. Quero estabilizar nesse peso e não andar neste sufoco de ora me achar gorda (acima dos 60 quilos) ora me sentir bem comigo (abaixo dos 58).

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Waiting

Estou em modo espera... em modo nervos, em modo ai que raiva. Tomei um DULCOLAX em desespero de causa e espero que faça efeito.  Aliás já me doí a barriga, será efeito secundário?
Alimentação: kiwis, iogurtes bifidus e ameixas, vegetais, água e chás.
É possível que nada resulte?
Quero ter 58 quilos,  e depois 56. Mas 58 já era bonito de ver.
Continuo a portar-me bem na alimentação. Hoje não há exercício que já é tarde. Amanhã compenso.

Update matinal - resultou. O peso? nada de especial, é o mesmo de ontem 58.9.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Uma semana- resultado

Uma semana em modo "fazer as coisas certas".
Comecei com 61.6 e passada uma semana tenho 59.7.
Como disse não achei uma grande evolução até porque na terça feira passada vi um 59.6 e desde então foi sempre o 59.7.
A alimentação correu bem, com excepção de ontem, o exercício esteve na meta pretendida, a semana toda a bem dizer. Fiz sempre bicicleta elíptica e caminhada no sábado.
Se não fosse esta maldita prisão de ventre talvez os resultados fossem melhores, ainda assim não é mau de todo.

Objectivo para a próxima segunda: 58.5.
A receita para a semana mantém-se: o consumo de pão só de manhã, 30 minutos de exercício todos os dias. Tenho que manter-me focada!

Acabei agora o exercício e vou dormir.

sábado, 19 de novembro de 2011

Sinto-me aprisionada

Só faz uma semana amanhã que recomecei os bons hábitos.
Mas posso dizer que não estou muito satisfeita com os resultados, esperava mais.
A semana inteira com alimentação exemplar, exercício todos os dias excepto ontem.

Tenho um inimigo, e ele está a boicotar-me: prisão de ventre.
Tive um enorme crise na semana passada: achei que morria, a sério! Nunca tal me tinha acontecido.
Nunca sofri deste problema e de há duas semanas para cá não me tem largado. O estranho é que eu bebo água como frutas e vegetais, fibras - aparentemente tudo certo. Mas há algo que me anda a prejudicar. Na semana passada suspeitei do excesso de espinafres e da falta de água. E corrigi isso. Mas o problema persiste.
Tenho um suspeito: o leite. Eu nunca bebi muito leite, só mesmo iogurtes,  mas agora com o frio sabe mesmo bem uma caneca de leite quentinho com café, que tomo 2 a 3 vezes por dia, apesar de ainda assim não ultrapassar os 250 ml por dia.
É  uma suspeita  e há quem defenda que ele pode realmente ser uma causa. Eu não faço ideia, e também não sei o que fazer.

Entretanto, tenho bebido chá com senne. Água morna com gotas de limão.

HELP!


terça-feira, 15 de novembro de 2011

Quero: 56



Desde domingo a recomeçar.

Domingo: 61.6 - socorro
Segunda: 61.3 - será que isto arranca
Terça: 60.2 - a entrar no caminho

O meu objectivo é perder 4 quilos até ao Natal  e manter esse peso, 56 em 2012.
Estou a traçar metas a curto e médio prazo. Só depois de saber se consigo estabilizar o meu peso é que posso pensar noutras coisas... engravidar talvez seja uma delas. Agora, com estes altos e baixos seria desastroso, era fácil desistir da dieta, e mais ainda entrar numa depressão irreversível. Cada coisa a seu tempo. Faltam 4 quilos. falta sobreviver às festas, à festa de anos dos meus 30 em Janeiro. Socorro, 30! Mas quero entrar nos 30 com o meu peso meta, o tal, aquele com que me sinto bem. Não me deixem esquecer disso, por favor!

E também não me posso esquecer da matemática do peso: mais exercício, menos calorias. Custa, às vezes esqueço-me, outras acredito que afinal já posso comer o que me apetecer...

Um dia de cada vez, todos os dias com exercício, 1 só pão, sem queijos, nem patés nem coisa nenhuma. Asneiras comedidas e só 1 dia por semana.

domingo, 13 de novembro de 2011

Longe da vista...

Diz-se longe da vista, longe do coração. Desde a minha última aparição por aqui, deixei (por algum motivo que já não me ocorre) de me preocupar com a alimentação, deixei de me pesar, deixei de vir ao blog. O resultado nem preciso de dizer pois não? Aumentei de peso, de novo.
Ai que raiva, eu já devia ter aprendido!

Mas pronto, como eu quero muito o meu 56 de volta, vou focar-me nisso. Quero o 56 como prenda de Natal e para isso sei bem o que tenho de fazer.

Problema nº 1 - o pão. Compro, porque eu adoro e o meu marido gosta, e a dada altura passamos a fazer jantares de pão e petiscos. WRONG!
Problema nº 2 - exercício. Devo ter um Karma com Novembro, o ano passado foi o ombro e agora lesionei-me numa mão e não posso fazer natação até ao fim do mês. Para mim nada puxa mais que a natação e fora isso não tenho disponibilidade para outros exercícios.

Posto isto, o meu plano:
1- reduzir o consumo de pão :1 pão por dia ao pequeno almoço e  a um dia por semana numa refeição.
2- fazer no mínimo de 30 minutos de elíptica por dia, ou um total 3 horas e meia por semana de exercício.

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

The same

Por aqui o peso mantém-se deste terça. 58.5.
Ontem fiz 1 hora de natação e 10 minutos de elíptica. Compensar o tal jantar !
Eu estou no caminho dos 57 quilos, estou focada na minha imagem e numas certas calças 34 que comprei o ano passado por esta altura e não cheguei a usar. Ok, 34, olho para elas e parecem estreitíssimas! Comprei-as tinha eu 55 quilos.
Hoje é um dia de muito trabalho e irá continuar depois de chegar a casa.
Bom dia para todas e não desistam de vocês!

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Ontem houve o tal jantar a dois. O dia era tão especial que senti que seria indelicado pedir uma sopa (dava a ideia que estava mais preocupada com a comida que com a ocasião). Como é óbvio comi, mas creio que esgotei o plafon de gordura do mês.  E fiquei com remorso e sentimento de culpa depois disso, já não fiz exercício (estava um bocado zonza depois do vinho). Devia conseguir comer sem culpa, pensar que depois retomo... mas é tão complicado falhar 1, 2 vezes, quando se pretende fazer tudo direito!
Há tempo, haja calma. Hoje é dia de natação, e espero ter umas refeições mais light até ao fim da semana.

Hoje 58.5. O mesmo de ontem.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Days like this

Depois de um fim de semana menos bem que o que desejava, ontem fiz tudo certo. 15 minutos de elíptica -  o meu tempo não dá para mais; e alimentação a compensar alguns excessos do fim de semana.
Hoje 58.5.
Estou a caminho. Quero chegar aos 57, definitivamente. Agora preciso de fazer exercícios localizados além da bicicleta e da natação. Quero reduzir a "gordura" ou pele acumulada na lateral da cintura, no sítio ande assentam as calças- alguém sabe do que falo?. Coisa que é difícil , se alguém souber de exercícios avise, também vou procurar e depois partilho.

Hoje é um dia especial e vou permitir-me algo mais. :)
Logo restaurante, vestido e saltos altos!

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

A semana no fim

Hoje é sexta, thank God! Pensei que a semana nunca mais acabava. Espero fazer uma alimentação equilibrada no fim de semana, fazer exercício, aproveitar o bom tempo. E descansar também!
Hoje pela primeira vez vi o mesmo número do dia anterior. 58.8.
O meu desafio de fim de semana é não aumentar, e segunda  ter 58.5.

Quanto ao exercício, tirando a natação 2 x por semana, tenho feito 15 min de bicicleta elíptica. Acho que devia fazer abdominais mas tenho medo de estar a forçar a cervical e piorar o meu problema.

2 semanas de trabalho desde as férias: não consigo fazer tudo, chego a casa, jantar, exercício, ver uma série e pouco mais. Não tenho vontade nenhuma de fazer mais nada, tenho compromissos e entregas de trabalhos que estou a adiar fazer, tenho as tarefas cá de casa, tenho que me dedicar a tanta cosa e não tenho vontade nenhuma! Parece que não consigo concentrar-me em muitas coisas ao mesmo tempo!

Preciso de descansar!

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

I like it!

Começo a conhecer-me. Ao perder peso fico com as maçãs do rosto marcadas. O peito fica mais vazio, um pouco mais descaído (disso não gosto). mas fico definitivamente melhor nas calças, nas camisolas, nos vestidos!
Persigo um número, talvez. Há coisas que não ficam tão bem com menos peso, outras ficam melhor, bem de um lado e mal do outro, que é como quem diz não se pode ter tudo!
Ontem fiz 1 hora de natação, mas acabei por comer mais ao jantar, depois do exercício tenho mais apetite.
Pergunto-me porque é que agora tenho perdido peso se o tentei durante o último meio ano e não consegui e vejo a resposta límpida. Não fiz o suficiente, só tentei, não quis mesmo.
Não é assim tão fácil,  tenho sido mais rigorosa na alimentação e no exercício, todos os dias!

Hoje 58.8.  E hoje gosto de como a roupa me assenta!

Nota: muitos dos blogs que lia deixaram de ser actualizados. Preciso de novas leituras e de actualizar os links ali ao lado! Agradeço sugestões, podem deixar os vossos links. 

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

A minha receita

Ontem foi um dia normal, apesar der ter chegado a casa KO, 2 horas mais tarde que o costume porque tive uma reunião. Duas horas a menos, significa que já não tive tempo para fazer quase nada! Chegar a casa às 9, dá para jantar e pouco mais, e foi mesmo isso que aconteceu.
Quando cheguei, o meu marido tinha o jantar que eu lhe tinha pedido pronto (que maravilha!), vegetais no forno com mozzarella. Uma receita simples e com pouca gordura além de deliciosa! Faz-se assim:
- cozer batatas às rodelas
- cortar em fatias cogumelos frescos, tomates, beringela, pimento
- colocar num pirex em camadas, primeiro as batatas e depois os outros vegetais,  levar ao forno
- quando já estiverem os vegetais dourados em cima e o molho tiver evaporado, coloca-se 1 queijo mozzarella fresco em fatias sobre os vegetais e deixa-se derreter. 

Tirar do forno e servir!
Eu compro o mozzarela de bufala no pingo doce, 1 queijo tem cerca de 100 calorias. Acreditem é um prato maravilha!

Ainda fiz 15 minutos de elíptica, e hoje 59.3.

A respeito do comentário  do/a anónima que me disse que como pouco e que tenho falta de nutrientes:
admito que esteja a comer menos, eu precisava compensar os excessos do verão e a inércia do inverno passado, cortei nalgumas coisas e passei a fazer mais exercício. Quanto à falta de nutrientes não concordo. Sou acompanhada por uma nutricionista e este é o plano que segui sob a sua vigilância para perder 40 quilos. E perdi-os, fiz análises, e todos os valores tinham melhorado, inclusive colesterol e triglicerideos. Ninguém precisa de mais de 100 gramas por dia de peixe ou carne. Quanto aos lacticínios, frutas e e vegetais como-os de sobra. Se me deixar o contacto podemos trocar umas ideias sobre nutrição.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

O plano

Como já aqui me tinham pedido, vou deixar aqui o "plano" que tenho seguido, mas só de segunda a sexta, porque no fds cedo a algumas (leia-se muitas) tentações!

p.a.- café,1 iogurte, 1 fruta + 1 torrada (s/ manteiga)
lanche - 1 iogurte ou 1 fruta
almoço - sopa
lanche - iogurte + compal
jantar - carne ou peixe (menos de 100 gramas), salada (na quantidade que quiser), vegetais cozidos ou salteados c/ 1 colher rasa de azeite (na quantidade que quiser), 1 fatia de pão, fruta
30 minutos de exercício todos os dias

Não aconselho este plano, porque faz as coisas ao contrário: comer mais ao jantar que ao almoço está errado, qualquer nutricionista vos dirá isso. Mas eu almoço sozinha, tenho pouco tempo, e acabo por preferir o jantar com o marido, como momento de descontracção. Opto por fazer exercício depois do jantar ara compensar.

Hoje 60.0. Está cumprida a 1ª meta.
Agora rumo aos 58. E aí logo vejo como estou. Muita gente me diz que eu antes estava demasiado magra (com 55/56), eu agora com este peso sinto-me bem, e tenho um corpo que me parece "jeitoso" :). O meu desejo é mesmo estabilizar!

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

1 semana: resultado

O fim de semana foi de aumento. Isso sempre me aconteceu, ganho sempre peso durante o fim de semana.
Hoje 60.7.
Mas sem desânimo, conto retomar o balanço da semana passada. Aliás na segunda feira passada tinha 64.5, hoje são 60.7. Isso equivale quase a 4 quilos perdidos e é fantástico!
O piquenique teve direito a doces, e panados, e a fumados, e ainda pão! A caminhada e a bicicleta, não serviram para gastar o que comi, pois é normal!
Nova semana, a mesma garra!

domingo, 4 de setembro de 2011

Make it right

Ontem fiz 1 hora de natação. Tive um dia agitado, muito stress, quase não parei.
Hoje há um piquenique de família. Espero sobreviver e não deitar a perder o esforço de 1 semana!
Hoje 59.9.

sábado, 3 de setembro de 2011

I can win myself

Ontem andei de bicicleta depois do jantar.
Agora vou à aula de natação.
Se gosto de fazer exercício? Gosto, mas na verdade nunca me apetece. Faço um esforço de luta contra a minha própria inércia. Venço  a minha vontade de ficar a descansar, de dormir mais cedo... Venço os meus desejos e as minhas vontades. Tem de ser a minha mente a dominar o meu físico. Estranho isto. Sou eu contra mim mesma.
Vou fazer o esforço de manter o meu lado racional no fim de semana!
Hoje é um dia importante, espero que o stress não me faça comer demais.
Hoje 60.8.

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

This is our Urban War

Pois é, desde que voltei ao trabalho tenho sido mais responsável.Também há uma série de coisas que decidi mudar, ou encarar de forma diferente no trabalho: a minha postura, as minhas opiniões, a minha relação com os outros, enfim...
Com a comida também tenho tentado mudar a minha postura, reduzi as quantidades, o consumo de álcool e de refrigerantes, menos pão, não comer como se o mundo fosse acabar amanhã e não pensar que está tudo bem. Tenho feito exercício, indoor, claro, porque a chuva não dá para mais! Tem sido só bicicleta elíptica e sábado começa a natação.

Tenho-me pesado todos os dias, porque sinto que aqueles números na balança me responsabilizam e me ajudam a ser mais perseverante. Quando passo uns tempos sem me pesar, é certinho, aumento de peso!

Hoje de manhã: 61.6.
A prova de fogo é o fim de semana, com festas e 1 piquenique (livrem-me dos panados), a verdade será revelada pela fiel balança na próxima segunda feira!


quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Não me digas

Não me digas que o verão acabou, e que nem deu para usar todos os vestidos, todos os tops, as sandálias... De manhã já procuro calças e casaquinhos, nas lojas já só olho para a colecção de Outono.
O verão passou e mal se fez sentir. E eu sinto que não o aproveitei como devia, quase não aproveitei o último ano, ou não aproveitei de todo. É a sensação que fica.

Pois este Outono/ Inverno terá de ser diferente. Exercício e boa alimentação sempre!
Hoje 62.00.
Hoje uma festa de anos. Anjos e santos, não me deixes cair em tentação!

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Modo emagrecer- reload

Tenho feito refeições mais equilibradas, quer no conteúdo, quer na quantidade. Parei de beber vinho e refrigerantes, reduzi a quantidade de pão, e também cortei no queijo, na manteiga, patés, entradas, frutos secos...
Olhando bem, devo ter andado louca nos últimos tempos, porque estava a comer desalmadamente e inconscientemente também.
RA é para a vida, fartamo-nos de dizer, mas é complicado. Fazemos as coisas certas uns dias e depois vem aquele em que deitamos tudo a perder, parece que esquecemos tudo o que sabemos!

E depois a comida é uma almofada, funciona como mecanismo de defesa para o stress, para o cansaço, para tudo e mais alguma coisa! Comi demais porque estava doente, comi porque andava stressada, só um doce porque estou tão cansada e preciso de energia para me concentrar, e agora férias são férias, deixa-me comer o que me apetecer. E assim se instalam mais uns quilos. O meu metabolismo está contra mim, o meu corpo está contra mim. Mas convém ter a cabeça no sítio e fazer as escolhas sensatas.

Hoje: 62.5 Kg.
Ontem fiz 40 minutos de caminhada.



terça-feira, 30 de agosto de 2011

Um dia depois do outro

Acho que 3 semanas de férias foram demasiado! Foi bom voltar ao trabalho, sério... e peço a Deus que nunca fique sem trabalho porque para mim seria o descalabro, a todos os níveis.
Preciso desta rotina, de levantar às 7, de ter um motivo para sair de casa, de estar fora.

Hoje de manhã: 63.4. Abençoado sejas trabalho!!!


Ontem não fiz exercício, não deu. Hoje levantei-me para fazer 1 bocadinho de bicicleta elíptica e logo à noite conto caminhar. Tenho que me lembrar da forma certa de fazer as coisas, e eu sei! Vamos ver se não me esqueço.
Estou atrasada! tenho que me vestir. Até depois!

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Back to the fight

Passou muito tempo sem vir aqui. o meu peso subiu e parou nos 60. Tive um período de trabalho desgastante, stressante antes de ir de férias. Tudo o que eu precisava era mesmo de ferias. 3 semanas depois e mais 4 quilos e meio. estou parva, é mesmo fácil engordar, basta relaxar 1 bocado. portanto, estou de volta para perder tudo de novo. está dito!

Tenho 64.5.
A primeira meta é ter de novo 60.
A segunda meta é chegar aos 56, que é o peso que eu tinha no ano passado por esta altura e estava muito bem.

Metas definidas, é preciso definir o método - alimentação regrada,menos gorduras e hidratos e mais exercício que terá de ser diário, no mínimo 30 minutos
- natação
- caminhada
- bicicleta
- bicicleta elíptica
- ténis
- abdominais


quarta-feira, 20 de abril de 2011

MFP - o meu fraco

O meu fraco é o pão... o pão, que vem com o queijo, e com o doce, e com o chouriço, e com salmão fumado! Quem me dera não gostar dessas coisas! Ou então ter uma grande força para não os comer...
Como se esse meu fraco não bastasse, que compramos nós lá para casa? Uma máquina de fazer pão! Ok, dizem que fica mais barato, que se poupa e tal, mas como sobrevivo eu ao pão quentinho?

Alguém aí tem MFP? E receitinhas? Partilhem por favor.

sábado, 9 de abril de 2011

Energia


Gosto de mim assim: poderosa, cheia de garra e com força.
Ontem à noite fiquei até tarde em conversas de café.
Descobri que estou a ficar um bocado paranóica. Pedi uma cola zero. E trouxeram a dita, já num copo, pouco fresca e com pouco gelo. Fiquei a cismar que aquilo não era cola zero, que era uma cola rasca qualquer, cheia de calorias... não bebi. Quem me dera ter a mesma paranóia com o pão e o queijo que têm muito mais do dobro das calorias de uma cola normal!

Poucas horas de sono Pouco depois das 8, levanto-me e vou fazer uma hora inteirinha de natação. Acabo agora de correr 20 minutos. Sol, passarinhos, relva e árvores, verde. Ar!
Havia muita gente a passear no jardim, famílias com os filhotes e casais de namorados, gente a correr, outros a andar, gente sentada na relva, pessoas a tirar fotografias.
Gostei. Hoje sinto que retomo a Electra que sou, que volto à carga!

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Re - começar

Socorro. Eu, Electra engordei. Deixei-me engordar acomodada na preguiça do inverno, nas desculpas, nas comidas, na falta de exercício, no marasmo e depressão que se apoderou de mim.

Agora, pela 1º vez em dois anos, sinto uma enorme pressão para emagrecer rápido. A primavera chegou com sol. Nem a roupa nem a balança se compadecem.

Tenho que despoletar o modo perder peso. Ontem já saí para caminhar, já voltei à natação.
Tento alimentar-me de forma correcta mas abuso e muito do pão ao jantar. Não consigo parar de o comer.
Sou gorda, e vou se-lo sempre. Mas eu tenho que ter controle sobre o meu corpo.
Vou dando notícias.
Entretanto comecei a ler este livro que saiu ontem com a sábado. Saber emagrecer. Estou a gostar muito, porque toca nos pontos fulcrais. Porque me abre a onsciência e talvez isso me ajude a retomar as boas práticas de novo!


domingo, 20 de março de 2011

Preciso organizar-me


Já disse aqui muitas vezes que sou uma mulher que não consegue fazer várias coisas ao mesmo tempo, se me dedico a uma coisa descuro a outra... e comigo as planificações também não funcionam.
Acho que hibernei nos últimos meses, não fiz nada, nada de útil, nada de jeito e não me orgulho de mim no último meio ano.
Meio ano de dores, de exames, de fisioterapia que não está a resultar. De muito dinheiro gasto à conta deste problema que surgiu da noite para o dia e fez questão de ficar.

Pois bem, não tenho feito uma alimentação correcta, não tenho feito exercício, por falta de força, por dores, por preguiça e por mais uma data de razões que eu sou capaz de inventar!

Não tenho tido paciência para me dedicar a fazer boas refeições, não tenho tido força para me dedicar à casa. Tenho pilhas de roupa para passar e milhentas coisas para arrumar. A minha vida está um caos! E doem-me as costas!

Preciso urgentemente de me disciplinar, de fazer tudo o que tenho que fazer, além do meu trabalho onde me esforço para fazer tudo bem e não ser a próxima a ir para o olho da rua.

Por vezes perante tudo isto dá vontade de chorar, de desistir, de deprimir e ter pena de mim mesma.
Neste momento preciso muito de dar a volta por cima, e ser quem eu sou, uma mulher forte, capaz multifacetada e boa em tudo o que faz, e que, by the way, consegue fazer tudo o que tem de fazer sem descurar nenhuma parte.

Vou fazer de novo uma lista de tarefas e vou (tentar) cumprir.


terça-feira, 8 de março de 2011

Problemas de mulher


Tirei as unhas de gel que usei no últimos meses. Eram bonitas, mas as manutenções são caras, e logo que seja chamada para fazer uma cirurgia teria que as tirar.
Decisão, deixei de fazer as manutenções, fui deixando a unha crescer e limando o gel no comprimento e na parte superior para disfarçar a diferença.
Agora já quase não tenho gel, só restam algumas pontas.

Deixo aqui as minhas considerações:
1- o gel em si, não faz mal à unha mas o processo deixa a unha muito mais frágil
2- como deixei a unha natural crescer sem retirar o gel, só as pontas estão fragilizadas, a unha para trás cresceu saudável
3- a ponta da unha, de onde o gel descolou e saiu está muito fina, irregular, baça, com manchas e descolorações
4- em suma, o gel deixa as unhas bonitas, só quando o tiramos é que notamos como a unha foi danificada com brocas, com o facto de não respirar...

E assim sendo agora tenho que ter cuidados redobrados para voltar a ter umas unhas naturais saudáveis e bonitas. À procura de inspiração para pintar as unhas, e já agora aprender alguma coisa pois não tenho jeitinho nenhum, vi esta imagem e achei super giro o efeito.
Além do mix, preto fosco e brilho, as tendências YSL do ano passado continuam com um ar irreverente e apetecível, pela combinação duo de cores. Mais uns videos no youtube, muito verniz e acetona e talvez daqui a uns tempos já consiga fazer algo de jeito :)

Truques e dicas? Façam favor de dizer!





quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Um mal nunca vem só


Olá. Passei muito tempo sem vir aqui.
Para mal dos meus pecados (e do meu peso) continuo sem poder fazer natação, nem elíptica. Tenho um problema no braço e ainda não se sabe o que é (já vou em mais de um mês de fisioterapia). Na próxima semana vou fazer um exame xpto (electromiografia) para saber se é alguma coisa neurológica: a ver se se descobre o que é, senão reclamo o meu dinheiro de volta - 80 euros por um exame o!!!

Preciso de perder depressa os 5 quilos extra que ganhei. Preciso, porque gostava mais de mim antes, e mesmo sabendo que tenho um peso normal, stresso porque já não tenho 55 quilos. Sentia-me melhor com 55 quilos, achava melhor, achava mais sexy, whatever!!!

E por isso tenho que regressar ao blogue, só consigo levar as coisas a bom porto se souber que vocês me lêem, que eu sou lida, que há alguém do outro lado com o mesmo problema que eu, que me entende, que sabe, que vai dar-me na cabeça se eu cometer loucuras gastronómicas.
Preciso muito de vocês e da vossa ajuda.

Sinto-me fraca fisicamente: não fazer exercício só piora a minha moral, estou triste com a minha saúde e como, como se a comida me curasse. Estou triste com o meu trabalho, porque estando mal do braço e tendo dores, não dou o meu melhor, não faço o que devia, e mais uma vez vingo-me na comida.

Socorro. Às vezes acho que alguém me lançou bruxedo, mau olhado ou outro que tal. Parece que nada corre bem desde Outubro, nada...


quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

I Screwed it up

Festas, 3 meses sem exercício, a saúde ainda sem recuperação à vista, motivação lá no fundo, a minha festa de anos ontem... Janeiro depressivo, como quase sempre. O meu peso subiu até aos 60. Shame on me, e agora tenho 5 quilos para perder.
Vou tomar as rédeas da minha alimentação, fazer o exercício que conseguir, fazer fisioterapia a ver se recupero os movimentos do braço, e logo que possa retomar a natação.
Quero os meus 55 de volta.

Sou eu que mando na minha alimentação: a comida não manda em mim!

Vou montar um plano de ataque de 1 mês:
- zero doces
- zero queijos
- zero pão ao jantar
- muitos vegetais
- menos gorduras

E vou queimar calorias:

Queimar calorias em 30 minutos*
Top 10 - Exercícios Cardio

1.Step
Um dos exercícios cardio mais eficazes. Exercita pernas, ancas e glúteos, queimando aproximadamente 400 caloriasem 30 minutos.

2. Bicicleta
Indoor ou outdoor, pedalar é também um dos melhores exercícios para queimar calorias. Dependendo da velocidade e resistência pode queimar entre 250 a 500 calorias.

3. Natação
Um desporto completo para o corpo, sendo também um excelente treino para outras actividades. Em meia hora pode queimar mais de 400 calorias.

4. Raquetebol
Apesar de não ser ainda uma modalidade muito divulgada em Portugal, é bastante popular em países como os E.U.A. É um excelente treino cardiovascular e queima em média 400 calorias em 30 minutos.

5. Escalada
Exige muita força de braços, pernas e requer um significativo dispêndio energético. Trinta minutos de escalada equivalem, em média, a 380 calorias perdidas.

6. Correr
Tudo o que necessita para ficar em forma é de um par de ténis. Pode queimar facilmente 300 calorias em 30 minutos.

7. Elíptica
Uma excelente forma de treinar a resistência cardiovascular e endurance no ginásio, que lhe assegura uma perda de cerca de 300 calorias em meia-hora.

8. Remo
Para além de promover essencialmente a força de braços, é simultaneamente um bom treino cardiovascular. Queima 300 calorias em 30 minutos.

9. Esqui
Exercita tanto a parte inferior como a superior do corpo. Ronda as 330
calorias
.

10. Caminhada
Uma forma mais moderada de exercício cardiovascular. Caminhar meia hora queima aproximadamente 180 calorias, mas se intercalar com sprints ou declives acentuados, pode facilmente ultrapassar este número.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails